Associação faz campanha para criação do “Emoji do Doador”

Ideia é pressionar organização para que símbolo do laço verde seja definitivo

Ideia é usar símbolo no Tweeter para pressionar criadora de emojis
Ideia é usar símbolo no Tweeter para pressionar criadora de emojis Reprodução/ ABTO

Apenas no Brasil, há mais de 34 mil pessoas na fila de transplantes de órgãos. Com o objetivo de diminuir essa espera, a ABTO (Associação Brasileira de Transplante de Órgãos) está promovendo uma ação para facilitar o acesso à informação sobre quem é doador a partir da criação do emoji do laço verde, símbolo da doação de órgãos.

A ação começou dia 1º de setembro e o emoji poderá ser visto exclusivamente no Twitter durante todo o Setembro Verde, mês do Dia Nacional da Doação de Órgãos, que é na próxima quarta-feira (27).

Segundo a associação, muitas vezes, quem tem intenção de doar não deixa claro para a família e amigos a intenção de ser doador de órgãos. Por isso, a ideia da campanha é que as pessoas utilizem o emoji do laço verde no Tweeter para mostrar à Unicode, organização responsável pela criação de emojis, o potencial e a relevância do símbolo para que ele vire um emoji definitivo.

Ainda de acordo com a ABTO, já se engajaram com a causa o médico Drauzio Varella, os cantores Claudia Leitte, Fernanda Takai, Gabi Luthai, Valesca Popozuda e Paulo Castagnoli (Banda Fly), os apresentadores Sabrina Sato, Astrid Fontanele, Adriane Galisteu e Milton Neves, as atrizes Fernanda Paes Leme e Maíra Charken, o diretor Fernando Meirelles, o repórter Erick Krominski, além dos influenciadores digitais Felipe Neto, Whindersson Nunes, Foca da Meia-Noite, Thatu Nunes, entre outros.

Uma doação pode salvar até oito pessoas. Para participar, basta tweetar #SouDoador. Saiba mais no site da campanha.

Brasil aumenta em 15% a doação de órgãos, mas falta de informação é empecilho para salvar mais vidas

Entenda o que representam as carinhas que você recebe no WhatsApp