Saúde Novo desafio nas redes sociais teria causado uma morte nos EUA

Novo desafio nas redes sociais teria causado uma morte nos EUA

Vídeos encorajam adolescentes a tomarem altas doses do antialérgico Benadryl para ter alucinações; agência sanitária americana emitiu alerta

  • Saúde | Do R7

Novo desafio na web encoraja adolescentes a tomarem altas doses de antialérgico

Novo desafio na web encoraja adolescentes a tomarem altas doses de antialérgico

Arquivo/Pixabay

Um novo desafio nas redes sociais está fazendo crianças e adolescentes arriscarem a própria saúde. Em agosto, uma jovem de 15 anos, moradora do estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, teria morrido por essa razão. As informações são do site americano especializado em saúde Healthline.

O desafio, postado na plataforma de vídeo TikTok, incentiva os internautas a tomarem altas doses de Benadryl, nome comercial de um medicamento antialérgico (difenidramina), para induzir alucinações.

A situação preocupou a FDA (Food and Drug Administration), agência de vigilância sanitária americana, que emitiu um alerta na quinta-feira contra os “problemas sérios” que podem ocorrer se alguém ingerir muito o medicamento.

"Tomar doses mais altas do que as recomendadas do remédio antialérgico difenidramina (Benadryl) pode levar a problemas cardíacos graves, convulsões, coma ou até a morte", ressalta o órgão.

Leia também: Anvisa recebe 1º pedido de registro de uma vacina contra a covid-19

Em agosto, uma adolescente de 15 anos, do estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, teria morrido após fazer o “Desafio Benadryl”. Um membro da família de Chloe Marie Phillips de Blanchard culpou o desafio pela morte dela em uma postagem do Facebook, que foi posteriormente excluída.

.O Cook Children’s Medical Center, um hospital pediátrico no Texas, emitiu um aviso aos pais sobre o desafio de Benadryl após tratar três adolescentes que tiveram uma overdose da droga em maio. Uma menina acabou na sala de emergência após tomar 14 comprimidos.

"Foi assustador. Ela tinha frases fragmentadas, alucinações. Sua frequência cardíaca em repouso era de 199 [batimentos por minuto]”, disse a mãe da adolescente em um comunicado à imprensa divulgado pelo hospital.

“Como mãe, você se preocupa e conhece os sinais para o uso de drogas. Nunca pensei em ter que guardar trancado meu remédio para alergia. Só quero que outros pais saibam disso porque é perigoso e eu não tinha ideia", acrescentou.

"Eu estou com raiva. Essas pessoas [no TikTok] estão prescrevendo medicamentos sem um diploma de médico e nossos filhos estão confiando nelas”, desabafou.

Dosagens adequadas


Jessica Nouhavandi, confundadora da farmácia online Honeybee Health, afirma que a dose máxima de Benadryl ingerida em 24 horas deve ser de 300 mg. Cada comprimido da droga normalmente contém 25 mg.

“É perigoso tomar quantidades excessivas de difenidramina porque há uma longa lista de possíveis efeitos colaterais que vêm com o envenenamento por esse medicamento", ressaltou.

“Em casos leves, os efeitos colaterais incluem sonolência, boca seca, constipação e incapacidade de urinar. Em casos graves, você pode ter delírio, psicose, convulsões ou coma ”, descreveu.

Os incidentes também levaram a farmacêutica Johnson & Johnson, fabricante do Benadryl, a emitir alerta.

“Como acontece com qualquer medicamento, o abuso ou uso indevido pode levar a efeitos colaterais graves com consequências potencialmente duradouras ou até mesmo com risco de vida”, diz o comunicado.

“Entendemos que os consumidores podem ter ouvido falar de um‘ desafio ’online envolvendo o uso indevido ou abuso de difenidramina. O desafio, que envolve a ingestão de quantidades excessivas de difenidramina, é uma tendência perigosa e deve ser interrompida imediatamente ”, disse.

A empresa farmacêutica acrescentou que está “trabalhando com o TikTok e outras plataformas sociais para remover conteúdo que demonstre esse comportamento”.

Um porta-voz afirmou que o TikTok removeu uma pequena quantidade de vídeos sobre o desafio do Benadryl em maio e continua a monitorar o site em busca de novos conteúdos do tipo.

“Conforme deixamos claro em nossas diretrizes da comunidade, não permitimos conteúdo que incentive, promova ou glorifique desafios perigosos que possam causar lesões”, disse o porta-voz.

“Embora não tenhamos visto essa tendência de conteúdo em nossa plataforma, removemos ativamente o conteúdo que viola nossas diretrizes e bloqueamos hashtags relacionadas para desencorajar ainda mais a participação”, completou.

Últimas