Tecnologia e Ciência Com boom de usuários brasileiros, Koo declara amor ao país, adota bandeira e prepara torcida na Copa

Com boom de usuários brasileiros, Koo declara amor ao país, adota bandeira e prepara torcida na Copa

Concorrente do Twitter, plataforma indiana ganhou 1 milhão de perfis no Brasil em apenas um dia

Resumindo a Notícia

  • Até a última quarta-feira (16), o Koo tinha apenas 2.000 usuários brasileiros
  • O Brasil ocupava a 75ª posição no ranking dos países com mais usuários no aplicativos
  • Depois da grande procura, subiu para a posição número 2
  • Brasileiros começaram a comentar sobre o Koo em publicações no Twitter
Aplicativo indiano Koo adota a bandeira do Brasil em seu logotipo

Aplicativo indiano Koo adota a bandeira do Brasil em seu logotipo

Reprodução/Twitter @kooindia

O aplicativo indiano Koo, plataforma parecida com o Twitter, declarou seu amor ao Brasil após receber 1 milhão de usuários do país apenas na última sexta-feira (18). A informação foi divulgada pelo CEO da empresa, Aprameya Radhakrisha, em entrevista ao jornal Extra, publicada neste sábado (19).

As declarações não pararam por aí. Em sua conta no Twitter, o Koo adotou a bandeira do país em seu logotipo e já se prepara para torcer para a seleção brasileira na Copa do Mundo do Catar.

Radhakrisha relatou em entrevista ao Extra que, até a última quarta-feira (16), o Koo tinha apenas 2.000 usuários brasileiros, mas o número saltou nos últimos dias. Segundo o empresário, o Brasil ocupava a 75ª posição no ranking dos países com mais usuários no aplicativos, mas, depois da grande procura, subiu para a posição número 2.

Em meio à crise que o Twitter enfrenta depois da compra pelo bilionário Elon Musk, os brasileiros começaram a comentar sobre o Koo em publicações na própria rede social, e divulgaram seus novos perfis.

A plataforma indiana agradeceu a entrada dos novos usuários e divulgou que estava trabalhando para atender aos pedidos dos brasileiros, como tornar o aplicativo disponível na língua portuguesa.

Em mais uma publicação, declarou que seu fundador, Mayank Bidawatka, "se apaixonou pelo país" e que "é hora de visitar o Brasil". 

O perfil também divulgou fotos de sua equipe, que trabalhou "alimentada pelo amor recebido do adorável povo do Brasil".

Com crise no Twitter, usuários buscam Koo, novo rival da rede social de Elon Musk

Últimas