Tecnologia e Ciência James Webb registra imagem rara de estrela massiva prestes a explodir e se uma tornar supernova

James Webb registra imagem rara de estrela massiva prestes a explodir e se uma tornar supernova

Estrelas Wolf-Rayet são consideradas algumas das mais luminosas conhecidas, e existem por apenas alguns milhões de anos

Resumindo a Notícia
  • O telescópio James Webb registrou uma rara explosão estelar a 15.000 anos-luz da Terra.

  • Uma estrela do tipo Wolf-Rayet liberam gás e poeira antes de se tornarem uma supernova.

  • Detalhes do registro foram dados durante um painel do evento SXSW 2023.

Registro raro do James Webb mostra estrela prestes a explodir

Registro raro do James Webb mostra estrela prestes a explodir

Reprodução/NASA, ESA, CSA, STScI, Webb ERO Production Team

O telescópio espacial James Webb continua e registrar imagens impressionantes do espaço. A mais nova delas foi detalhada nesta terça-feira (14) por especialistas da Nasa, durante o painel Unfold The Universe (Desdobre o Universo, em tradução livre), no evento South By Southwest (SXSW), no Texas.

A foto de cair o queixo mostra a estrela massiva WR 124 prestes a "explodir", a cerca de 15.000 anos-luz de distância da Terra, na constelação de Sagitário.

Segundo a Nasa, as estrelas Wolf-Rayet (WR) estão entre as "mais luminosas, mais massivas e mais rapidamente detectáveis" conhecidas — na Via Láctea, apenas 500 delas foram catalogadas.

A WR 124 tem massa 30 vezes maior que a do Sol, e até agora liberou 10 Sóis de material com a explosão — uma mistura de gás e poeira. São essas formações já esfriadas que o telescópio James Webb detectou com suas lentes infravermelhas.

A imagem é considerada rara, uma vez que estrelas se mantém em fases Wolf-Rayet por alguns milhões de anos, o que dá pouco tempo para cientistas encontrarem o evento e ainda o registrarem com um telescópio.

"A imagem detalhada da WR 124, feita pelo Webb, preserva para sempre um breve e turbulento período de transformação e promete futuras descobertas que revelarão os mistérios há muito ocultos da poeira cósmica", descreve o site da Nasa.

Telescópio James Webb: relembre a trajetória da nova aposta da Nasa para descobertas espaciais

Últimas