Nasa quer lançar, até 2023, robô que vai procurar água na Lua  

Com o tamanho de um carinho de golfe, a sonda pretende coletar informações e buscar por recursos para a sobrevivência da humanidade 

Serão 100 dias de expedição em busca de recursos no satélite

Serão 100 dias de expedição em busca de recursos no satélite

Divulgação/Nasa

A Nasa divulgou nesta segunda-feira (25) um pedido de ajuda financeira a seus parceiros para conseguir enviar a sonda espacial Viper à Lua até 2023. O objetivo é procurar gelo de água sobre a superfície do satélite.

 O robô Viper tem o tamanho de um carro de golfe e conta com ferramentas para explorar a superfície lunar, como uma broca de um metro para coletar informações do solo e, principalmente, procurar água e recursos no lado inexplorado da Lua. A  expedição deve durar 100 dias.

Esta será a primeira missão com o objetivo claro de encontrar recursos que justifiquem a exploração humana no local. A agência espacial americana pretende adiantar ao máximo o projeto para verificar a possibilidade de recursos. 

Caso exista água, facilitaria seu próximo projeto — a Artemis, que pretende enviar astronautas para a Lua em 2024, 50 anos após o momento histórico em que Neil Armstrong pisou em solo lunar.  

Nasa pede Investimentos de parceiros

A agência possui um núcleo chamado de "Commercial Lunar Payload Services", um serviço de entregas para a Lua que conta com 14 empresas dispostas ajudar a investir na pesquisa aeroespacial, como o envio de sondas e satélites, tudo sob o guarda-chuva do projeto Artemis.

Como troca, essas empresas que investiram terão prioridade nos recursos e investimentos disponíveis na Lua, caso o projeto tenha sucesso.

"O projeto Artemis integra os desejos e necessidades de explorar, e nossos parceiros nos ajudam a fazer isso com uma abordagem que seja sustentável financeiramente", a o administrador do setor de exploração e ciência da Nasa Steven Clarke.

*Estagiário R7, sob supervisão de Karla Dunder 

Veja também:

Conheça todas as missões Apollo da Nasa