Tecnologia e Ciência Nobel de Química premia pesquisa sobre construção de moléculas

Nobel de Química premia pesquisa sobre construção de moléculas

Prêmio, de aproximadamente R$ 6,2 milhões, será dividido entre os cientistas Benjamin List e David MacMillan

Pesquisa de List e MacMillan ajudou a desenvolver novos produtos farmacêuticos

Pesquisa de List e MacMillan ajudou a desenvolver novos produtos farmacêuticos

DIVULGAÇÃO/NIKAS ELMEHED

A Real Academia de Ciências da Suécia anunciou nesta quarta-feira (6) que os cientistas Benjamin List e David W.C. MacMillan vão dividir o Prêmio Nobel de Química por seus estudos para desenvolvimento de organocatálise assimétrica.

A pesquisa laureada envolve o desenvolvimento de uma ferramenta que estabeleceu uma maneira mais fácil para a construção de moléculas, o que possibilitou a criação de novos produtos farmacêuticos e também “ajudou a tornar a química mais verde”, destaca a Real Academia de Ciências da Suécia.

Concedido há mais de um século, o Prêmio Nobel oferece valor equivalente a R$ 6,2 milhões (10 milhões de coroas suecas) a seus vencedores. No ano passado, as pesquisadoras Emmanuelle Charpentier e Jennifer Doudna dividiram a condecoração pela descoberta uma tesoura genética que permite a edição precisa do genoma de animais, plantas e microrganismos.

Na edição deste ano, o Nobel de Medicina foi dado aos cientistas norte-americanos David Julius e Ardem Patapoutian por suas descobertas de receptores para temperatura e tato. Já Syukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi vão dividir o Prêmio Nobel de Física por estudos sobre a compreensão de sistemas físicos complexos em pesquisas que preveem o aquecimento global.

As premiações seguem até a próxima segunda-feira (11), com a consagração dos prêmios de Literatura nesta quinta-feira (7), da Paz na sexta-feira (8) e de Economia na segunda-feira (11).

Últimas