Tecnologia e Ciência Transmissão online da semifinal do Eurovision sofre ataque hacker

Transmissão online da semifinal do Eurovision sofre ataque hacker

Site israelita foi invadido durante o festival e passou a exibir animações de explosões om uma trilha sonora ameaçadora em Israel

Ataque Hacker transmissão online

Semifinal de um festival em Israel foi alvo de hacker

Semifinal de um festival em Israel foi alvo de hacker

REUTERS/Corinna Kern

 A transmissão online da semifinal do Eurovision em Israel foi alvo de um ataque hacker e passou a exibir animações de explosões na cidade-sede do concurso, Tel Aviv, em um contratempo cuja responsabilidade a TV estatal israelense atribuiu a militantes do Hamas.

Leia também: Facebook vetará transmissão ao vivo de conteúdo em favor do ódio

O ataque ao site da emissora Kan não afetou a transmissão televisionada regular do programa, na terça-feira (14).

A escolha de Israel como sede para receber a edição de 2019 do Eurovision tem atraído pedidos de boicotes pró-palestinos contra as políticas israelenses.

O Hamas, grupo militante islâmico palestino que controla a Faixa de Gaza, não comentou o caso de imediato.

No início deste mês, o grupo se envolveu em um confronto de três dias com Israel que incluiu centenas de ataques com foguetes disparados de Gaza e ataques aéreos israelenses no enclave.

Após o início da competição musical entre 41 países na terça-feira (14), com uma primeira semifinal, a transmissão online feita pela Kan foi cortada e passou a exibir animações de satélites mostrando explosões em Tel Aviv com uma trilha sonora ameaçadora.

A Kan minimizou o ataque, mencionando que a noite terminou sem maiores incidentes. Grécia, Belarus, Sérvia, Chipre, Estônia, República Tcheca, Austrália, Islândia, San Marino e Eslovênia conseguiram chegar às finais de sábado.

"Sabemos que, em certo ponto, houve uma tentativa, aparentemente do Hamas, de comandar nossa transmissão online", disse o presidente-executivo da Kan, Eldad Koblenz, à rádio do Exército de Israel.

"Mas estou feliz em dizer que em poucos minutos conseguimos assumir o controle sobre esse fenômeno".

Saiba como atualizar e proteger o WhatsApp no seu smartphone