Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

11/7/2013 às 21h06

Dez são presos em confrontos durante manifestação no Rio de Janeiro; dois menores foram apreendidos

Houve conflito entre manifestantes e PMs e manifestantes próximo ao Clube Militar

Do R7 com Rede Record e Agência Brasil

Rua na região da Candelária registrou atos de vandalismo Rudy Trindade/Frame/Estadão Conteúdo

Dez pessoas foram presas durante as manifestações que aconteceram nesta quinta-feira (11), durante o Dia Nacional de Luta, convocado pelas centrais sindicais e movimentos sociais. Outros dois menores foram apreendidos. Um policial foi ferido na cabeça.

No início da noite, um novo confronto voltou a ocorrer entre a Polícia Militar (PM) e manifestantes, quando o protesto já chegava quase ao final, na altura da avenida Almirante Barroso, perto do Clube Militar, na avenida Rio Branco. Os policiais militares jogaram bombas de gás lacrimogêneo e centenas de manifestantes correram em direção à avenida Chile. Uma nuvem de fumaça tomou a Rio Branco. Muitos manifestantes ficaram com os olhos lacrimejantes e acabaram se afastando do local.

Em determinado trecho da caminhada, líderes da manifestação detectaram um grupo com coquetel molotov. Segundo a organização, eles estavam infiltrados nos protestos. A liderança conseguiu retirar as bombas caseiras do grupo e houve um princípio de confusão.

De acordo com testemunhas, por volta das 18h30 um grupo de manifestantes encapuzados colocou fogo em objetos em três pontos da esquina da rua 13 de Maio com a avenida Almirante Barroso. As imagens foram registradas pelas câmeras da CET-Rio.

O ato começou às 15h30 e até as 18h30 transcorreu de maneira pacífica. Segundo a Polícia Militar, cerca de 2.500 pessoas ocuparam as principais ruas e avenidas da Candelária até a Cinelândia, durante a passeata. 

Segundo a polícia, uma cabine da PM no largo da Carioca foi apedrejada por um grupo de pessoas e havia focos de fogo também na avenida Rio Branco, por volta 18h40.

A rua Pinheiro Machado, próximo ao Palácio Guanabara, em Laranjeiras, na zona sul, precisou ser interditada nos dois sentidos por volta das 18h50 devido a um grupo de manifestantes que se deslocou para o local.  

Por volta das 16h40 houve um início de confronto no entre um pequeno grupo de manifestantes e a polícia. Segundo testemunhas que participavam do protesto na tarde desta quinta-feira (11), um homem teria atirado uma pedra em um vidro da Igreja da Candelária e foi detido pela polícia.

Em seguida grupo de homens vestidos de preto tentou enfrentar a PM, que reagiu jogando bombas de gás lacrimogêneo para dispersá-los. Organizadores do protesto gritaram nos alto-falantes que esse grupo não fazia parte da manifestação.

A redução da jornada de trabalho é uma das principais reivindicações dos manifestantes. Outras associações sindicais de trabalhadores também participaram da marcha, como a CUT (Central Única dos Trabalhadores); Conlutas; UGT (União Geral dos Trabalhadores), CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), Asduerj (Associação de Docentes da Uerj) e Sepe. Estudantes também estavam entre os integrantes do ato.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Aquecimento para o verão

Sol de primavera reúne time de musas nas praias do Rio; veja fotos

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Valeu, amigo!

Homem resgata cão em canal no centro

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Com tudo em cima

Vovós sensualizam em calendário para ajudar asilos no Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Sumiu após aborto

Grávida desaparecida e ex queriam reatar; veja últimas trocas de mensagens

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fotos

Conheça a geração de "delegatas" do Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Raíssa Sampaio

Conheça vencedora do concurso de nordestina mais bonita do Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Rotina de tensão

Universitárias relatam abusos sexuais perto de campus da UFRJ na zona sul

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Saudades do verão?

Veja mais de 100 musas das praias do Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Rio de Janeiro

  • Últimas de Notícias

Mais Clicadas

Compartilhe
Desaparecida

Dez anos depois, mãe de Priscila Belfort pede reabertura das investigações

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
O preço do luxo!

No bairro mais caro do Brasil, imóvel de frente para praia custa R$ 35 milhões

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!