São Paulo

26/2/2013 às 17h39

Defesa Civil de São Sebastião alerta para risco de deslizamentos

Orientação é para pessoas que morem em áreas de risco deixem as casas

Agência Estado

Perigo é para casas construídas irregularmente, que podem ser atingidas por enchentes ou deslizamentos de terra Jorge Mesquita/Estadão Conteúdo

A Defesa Civil de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, emitiu um alerta aos moradores da região sul do município, atingida por uma tromba d'água no último fim de semana e que resultou na morte de uma menina de 11 anos, sobre a possibilidade de novas precipitações nas próximas horas, que poderão causar novos deslizamentos nas áreas de risco, localizadas nas encostas da Serra do Mar. A região concentra grande quantidade de moradias irregulares em áreas de risco e de instabilidade.

"As pessoas que residem ao lado de rios, cachoeiras e de encostas devem ficar atentas. A orientação é para que saiam de suas casas", disse o chefe da Defesa Civil, Carlos Eduardo dos Santos. Segundo a Cedec (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil), uma nova frente fria estava prevista para chegar à região entre a noite de desta terça-feira e a madrugada de quarta-feira (27), acompanhada por rajadas de ventos, descargas elétricas e previsão de precipitação pluviométrica de 80mm.

Dilúvio em São Paulo: águas de fevereiro causam mortes e transtornos no Estado

Leia mais notícias de São Paulo

Na noite de sexta-feira (22) e madrugada de sábado, a tromba d'água atingiu a região sul de São Sebastião e provocou uma enxurrada, que levou casas, pontes, carros e animais domésticos. Tainá Câmera, de 11 anos, estava no mezanino do sobrado onde morava, ao lado do ribeirão Itu, quando foi arrastada pelas águas, segundo relatos de sua mãe, a professora Leda Câmera.

Segundo ela, Tainá foi atirada contra a parede do imóvel e jogada pela janela por conta da força da correnteza. A mãe da adolescente também foi levada, mas conseguiu agarrar-se a uma árvore e sobreviveu. Ela foi encontrada em estado de choque em um barranco e sofreu escoriações. "A água estava só subindo, mas de repente veio uma enorme onda e invadiu tudo", disse Leda. Cerca de 300 pessoas acompanharam o enterro da adolescente no último domingo (24).

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Zona leste

Pai mata mulher, filha de quatro anos e tenta assassinar bebê dentro de casa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Guarulhos

Polícia Civil investiga namorado de funkeira encontrada morta

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Durante o show

Último forró: marido traído executa “rei dos teclados” em Santo André

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Você moraria nestes lugares?

Veja como estão imóveis que foram cenários de tragédias em São Paulo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de São Paulo

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!