Brasil Carros do Rio começam a receber placas com padrão do Mercosul

Carros do Rio começam a receber placas com padrão do Mercosul

Novo modelo custa R$ 219,35 e só é obrigatório para veículos zero quilômetro e transferidos

Placas Mercosul

Rio de Janeiro será o primeiro a começar a adotar as novas placas

Rio de Janeiro será o primeiro a começar a adotar as novas placas

Reprodução

Os motoristas do Estado do Rio de Janeiro que comprarem automóveis zero quilômetro ou fizerem transferência de veículos para seu nome a partir desta terça-feira (11) já receberão as novas placas com o padrão do Mercosul. O valor pago pelo modelo novo é de R$ 219,35, o mesmo pago anteriormente.

Com a determinação, o Rio será o primeiro a começar a adotar as novas placas, que devem ser implantadas em todos os Estados até o dia 1º de dezembro, conforme prevê o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). A troca de toda a frota brasileira é prevista para o ano de 2023.

Nesta primeira etapa, a alteração do modelo não será obrigatória para todos os veículos. A placa nova só será instalada nos veículos de motoristas que quiserem trocar o item voluntariamente ou realizarem operações que envolverem a mudança.

Placas novas só serão obrigatórias para carros zero e transferidos

De acordo com o Detran-RJ (Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro), o novo modelo das placas oferece maior segurança para os proprietários de veículos, evitando a possibilidade de clonagem.

Diferenças

Além da identificação, as novas placas com modelo do Mercosul, bloco formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, são bem diferentes e possuem inúmeros itens. Ao contrário da placa que existe hoje, na cor cinza, as novas têm fundo branco com uma faixa azul na parte superior.

Outra mudança aparece na identificação do veículo, com quatro letras e três números. No Brasil, selos serão utilizados para utilizados para identificar o Estado e o município dos veículos. O tamanho dos modelos continua o mesmo, com 40 cm de largura e 13 de altura. No canto superior esquerdo da placa, aparece impresso o logotipo do Mercosul e logo abaixo, um QR Code.

MPF investiga mudança de placas de carros para padrão Mercosul

A categoria dos veículos será indicada por seis cores. São preta (particular, vermelha (comercial/aprendizagem), azul (oficial), verde (especial), amarela (diplomático) e prateada (colecionador). A tarjeta da antiga placa passa a ser representada pelo brasão do município e não mais pelo nome da cidade de forma escrita.

O Brasil passa a ser o terceiro país do Mercosul a adotar a placa. Uruguai e Argentina foram os dois primeiros, respectivamente, nos anos de 2015 e 2016.