Cuba já registra volta de 196 médicos que estavam no Brasil

Profissionais que atuaram em território nacional desembarcaram em Havana e foram recebidos pelo vice-ministro de Saúde Pública de Cuba

Cuba anunciou a saída do Mais Médicos na quarta-feira

Cuba anunciou a saída do Mais Médicos na quarta-feira

Pixabay

Um dia após anunciar a saída do programa Mais Médicos, o governo de Cuba já registrou a volta de 196 profissionais que atuavam no Brasil.

Segundo as informações, publicadas pela Agência Cubana de Notícias, os médicos desembarcaram na ilha na manhã desta quinta-feira (15) no Aeroporto Internacional José Martí, em Havana.

Membro do Comitê Central do Partido e Vice-Ministro de Saúde Pública, Angulo Pardo, recebeu os profissionais e os parabenizou pelo trabalho feito no Brasil.

Bolsonaro responde sobre decisão de Cuba deixar Mais Médicos

Em entrevista à Agência Cubana de Notícias, Marianela Leyva Rodríguez avaliou como correta a medida adotada pelo governo cubano. "Não podemos negociar nossos princípios. Mas muito me entristece saber que fui praticamente o único médico do humilde do município de Antuérpia, em Salvador, por três anos."

José Ángel Veliz Gutiérrez afirma que a missão desenvolvida no Estado da Paraíba foi uma experiência única. Ele recorda o atendimento a uma população pobre, analfabeta e carente do verdadeiro atendimento médico.

Ministério da Saúde vai lançar edital para repor vagas do Mais Médicos