Brasil Maia inclui na pauta de hoje votação de urgência para reoneração

Maia inclui na pauta de hoje votação de urgência para reoneração

Presidente da Câmara dos Deputados quer direcionar os recursos obtidos com a medida para a segurança pública. Relator do projeto nega possibilidade

  • Brasil

Maia inclui reoneração na pauta

Maia inclui reoneração na pauta

Luis Macedo/Câmara dos Deputados - 19.12.2018

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), incluiu na pauta de votação desta terça-feira, 20, a apreciação do requerimento de urgência do projeto que acaba com a desoneração da folha de pagamento. Partidos de oposição estão dispostos a votar o requerimento, mas sinalizam que não pretendem votar o mérito da matéria nesta semana. 

Imposto sobre salários pode render R$ 1,5 bilhão à intervenção, diz Maia

O líder do DEM, Rodrigo Garcia (SP), disse que vê com bons olhos a iniciativa do governo de usar os recursos da reoneração para financiar a segurança pública no Rio de Janeiro. "Sempre foi colocado que a intervenção deveria ser precedida de um planejamento. Esse planejamento não foi apresentado à sociedade brasileira, talvez até porque parte dele seja sigiloso. O que a gente espera é que não faltem recursos para resolver o problema da segurança pública no Rio porque pode ser um caminho para resolver a segurança no Brasil. Fiquei feliz de o governo pelo menos afirmar que parte dos recursos da reoneração serão destinados à segurança no Rio", afirmou.

Se a base governista não conseguir votar a urgência da matéria hoje, haverá nova tentativa de votação nesta quarta-feira, 21. Maia seguiu para o Palácio do Planalto para discutir o projeto com o presidente Michel Temer.

Relator do projeto nega

Ainda nesta terça-feira, o relator do projeto da reoneração da folha de pagamento na Câmara dos Deputados, Orlando Silva (PCdoB-SP), afirmou  que, por lei, os recursos obtidos com a medida não podem ser direcionados para a segurança pública, mas destinados apenas à Previdência Social.

Últimas