Brasil Ministério da Justiça destina R$ 2 milhões para migrantes e refugiados

Ministério da Justiça destina R$ 2 milhões para migrantes e refugiados

Projetos visam promover a disseminação de informações sobre legislação migratória, inclusão social e consolidação de direitos 

  • Brasil | Sara Santos do R7*

Serão destinados R$ 400 mil para cada um dos cinco projetos selecionados

Serão destinados R$ 400 mil para cada um dos cinco projetos selecionados

Marcelo Camargo / Agência Brasil

Para reforçar o acolhimento, a inclusão social, promover o auxílio e garantir os direitos de refugiados e de migrantes no Brasil, a Senajus (Secretaria Nacional de Justiça), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, vai selecionar cinco projetos que promovam a orientação sobre os direitos e o acesso a oportunidades de trabalho, capacitação e o usufruto de serviços e direitos no país, que impactam diretamente na sua qualidade de vida.

A iniciativa faz parte do Projeto Migrajus. Será destinado R$ 400 mil para cada um dos projetos selecionados, totalizando R$ 2 milhões em investimento. Cada uma das macrorregiões do Brasil (Norte, Sul, Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste) terá um projeto contemplado.

Segundo o Secretário Nacional de Justiça, Cláudio de Castro Panoeiro, o Brasil reitera o seu histórico de acolhimento aos migrantes e aos refugiados. “O Projeto Migrajus reafirma a política migratória brasileira, executada diretamente pela sociedade civil, visando a promoção da dignidade dessa população”, enfatiza.

De acordo com o edital, publicado nesta segunda-feira (7), as organizações da sociedade civil interessadas em desenvolver os projetos devem enviar as propostas até o dia 08 de julho de 2021, por meio da plataforma +Brasil . Após a seleção, as ações devem ser executadas em até 18 meses.

*Estagiária do R7, com supervisão de Ana Vinhas

Últimas