Ministro da Justiça vai tentar impedir depoimento de Weintraub

Decisão de que André Mendonça será responsável pelo pedido de habeas corpus foi tomada durante reunião de emergência com Bolsonaro

Caberá a André Mendonça impetrar habeas corpus

Caberá a André Mendonça impetrar habeas corpus

Marcos Corrêa/PR – 16.10.2019

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, vai apresentar um pedido de habeas corpus na justiça na tentativa de barrar o depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintraub, na PF (Polícia Federal) após críticas feitas por ele aos integrantes do STF (Supremo Tribunal Federal).

Leia também: Weintraub compara ação da PF com nazismo

Normalmente, pedidos desse tipo ficam nas mãos da AGU (Advocacia-Geral da União). A estratégia divergente, no entanto, foi definida na tarde desta quarta-feira (27), durante uma reunião de emergência no Palácio da Alvorada com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Na terça-feira (26), o ministro Alexandre de Moraes deu o prazo de cinco dias para Weintraub se explicar sobre as declarações e ameaças que fez durante a reunião ministerial de 22 de abril. Na ocasião, o ministro defendeu prisão para membros da Suprema Corte. "Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF", disse ele.