Presidência desmente pedido de recursos para programa de Olavo

Notícia publicada pelo site A Republica afirma que a não liberação dos recursos ocasionou na demissão de Santos Cruz da Secretaria de Governo

Secom diz que cumpre critérios de planejamento de mídia

Secom diz que cumpre critérios de planejamento de mídia

Pixabay

A Segov (Secretaria de Governo da Presidência da República) desmentiu a informação de que a Secom (Secretaria de Comunicação) teria solicitado patrocínio para um suposto programa do escritor Olavo de Carvalho.

A manifestação faz alusão à notícia intitulada “Santos Cruz bloqueou dinheiro para Olavo”, publicada na semana passada pelo site A Republica, que aponta para a solicitação de um pagamento mensal no valor de R$ 320 mil para o programa, que seria veiculado na EBC.

De acordo com a publicação, a negativa da liberação dos recursos teria ocasionado na demissão de Carlos Alberto Santos Cruz da Secretaria de Governo.

Em nota, a Segov afirma que a notícia é "totalmente inverídica". "A Secretaria de Comunicação jamais solicitou qualquer patrocínio para um programa do escritor Olavo de Carvalho, bem como para quaisquer outros blogs e sites", destaca o texto.

O órgão ainda garante que "todo investimento em veículos de comunicação executado pela Secom cumpre os mais rígidos critérios técnicos de planejamento de mídia".

Leia a nota da Segov na íntegra:

"A Secretaria de Governo (Segov) da Presidência da República esclarece que a notícia veiculada no site A República intitulada “Santos Cruz bloqueou dinheiro para Olavo” é totalmente inverídica. A Secretaria de Comunicação (Secom) jamais solicitou qualquer patrocínio para um programa do escritor Olavo de Carvalho, bem como para quaisquer outros blogs e sites.

A Segov reitera que todo investimento em veículos de comunicação executado pela Secom cumpre os mais rígidos critérios técnicos de planejamento de mídia.

ASCOM/SEGOV"