Brasília Adolescente suspeito de esfaquear repórter é apreendido no DF 

Adolescente suspeito de esfaquear repórter é apreendido no DF 

A Polícia Civil passou o dia realizando diligências e ainda segue em busca do segundo envolvido, que seria um homem maior de idade 

  • Brasília | Bruna Lima, do R7, e Hariane Bittencourt, da Record TV

O jornalista Gabriel Luiz

O jornalista Gabriel Luiz

Reprodução

A Polícia Civil localizou um dos supostos envolvidos no ataque ao jornalista Gabriel Luiz, de 29 anos. Um suspeito menor de idade foi apreendido e conduzido à DCA (Delegacia da Criança e do Adolescente) da Asa Norte, em Brasília.

O crime ocorreu na noite desta quinta-feira (14) e a principal linha de investigação é de tentativa de latrocínio, apesar de o celular e a carteira do repórter terem sido encontrados nas proximidades do local em que ele foi atingido por dez facadas. 

O jovem apreendido foi inicialmente encaminhado à 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro Velho), responsável pelas investigações. Familiares dele estiveram no local, mas não falaram com a imprensa.

O outro suspeito, que seria um homem maior de idade, ainda está foragido. No entanto, agentes da 3ª DP estão nas ruas do DF em diligências a fim de realizar a prisão em flagrante, que pode ser lavrada até 24 horas após o crime. 

Gabriel foi atacado quando deixava o estacionamento de um supermercado e seguia para casa. Câmeras de segurança mostram que ele foi perseguido por dois homens no trajeto. Ele foi atingido no abdômen, pescoço, pulsos e perna e teve uma forte hemorragia. O repórter conseguiu pedir ajuda ao porteiro do prédio onde mora e foi atendido rapidamente pelo Corpo de Bombeiros, que o encaminhou ao Hospital de Base. 

Depois de passar por cirurgias, Gabriel respondeu bem aos procedimentos e despertou da sedação, reconhecendo o pai e apertando a mão dele levemente, segundo o Hospital de Base. Ele foi transferido para um hospital particular, no Lago Sul, já nesta sexta-feira (15).

Últimas