Brasília Advogado irmão de Ibaneis é detido por disparar arma acidentalmente

Advogado irmão de Ibaneis é detido por disparar arma acidentalmente

Ele foi liberado depois de pagar fiança e apresentar documentação da arma; o acidente aconteceu no domingo na Asa Norte

  • Brasília | Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

O advogado Renato Borges Barros

O advogado Renato Borges Barros

reprodução

O advogado Renato Borges Barros foi detido na tarde de domingo depois de ter disparado acidentalmente um revólver calibre 38 de dentro da sala de seu apartamento na SQN 109. A bala parou na fachada do prédio à frente. Ele é irmão do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). 

Ao R7, Renato Borges Barros relatou que estava em casa com a namorada, a irmã e a mãe, com quem conversava na sala enquanto limpava o revólver que disparou acidentalmente. "Elas ficaram bastante assustadas" relatou.  Após o disparo, a polícia foi ao local e ele foi conduzido até a delegacia.

"Este é o procedimento normal quando acontece esse tipo de incidente com CACs [colecionador, atirador desportivo e caçador]. Fui à delegacia e depois de apresentar os registros das minhas armas, prestar esclarecimentos e pagar uma fiança [de R$ 2.000,00] fui liberado. Mas eles ainda vão conduzir uma investigação sobre o fato", explicou o advogado.

Renato Borges contou que é colecionador e atirador desde 2015. "Já tinha feito vários cursos antes disso, mas me tornei CAC há cerca de 7 anos, em 2015. Sei atirar com qualquer tipo de arma, como pistolas e fuzis, tanto as de calibre permitido como as de calibre restrito", contou.

"Este foi meu primeiro acidente desde que comecei a praticar tiro desportivo. Já vi acidentes no clube [de tiro] antes apesar de todo o cuidado que os praticantes têm ao manusear as armas. Por isso, sempre recomendo que todo cuidado é pouco", alertou. 

Últimas