Brasília Agora 'nossa força é muito maior', diz mulher de Bruno Pereira  

Agora 'nossa força é muito maior', diz mulher de Bruno Pereira  

Beatriz Matos postou mensagem em rede social; corpos foram encontrados no local indicado pelo pescador que confessou o crime

  • Brasília | Victória Olímpio, do R7, em Brasília

Equipe de buscas retiram corpos encontrados em buscas por Bruno e Dom

Equipe de buscas retiram corpos encontrados em buscas por Bruno e Dom

Bruno Kelly/Reuters - 15/06/2022

Beatriz Matos, mulher do indigenista Bruno Pereira, se pronunciou nas redes sociais nesta quinta-feira (16), depois que a Polícia Federal encontrou dois corpos no local indicado pelo pescador que confessou ter assassinado Bruno e o jornalista britânico Dom Phillips. Os restos mortais encontrados nas buscas chegam a Brasília também nesta quinta para realização de perícia e confirmação das identidades.

"Agora que os espíritos do Bruno estão passeando na floresta e espalhados na gente, nossa força é muito maior", escreveu Beatriz no Twitter. Nos comentários, ela recebeu apoio de pessoas que estão acompanhando o desdobramento do caso.

Após Amarildo dos Santos, um dos suspeitos, confessar o crime e indicar o local onde os corpos estavam enterrados, a Polícia Federal conseguiu encontrá-los. Eles serão transportados de Atalaia do Norte, no Amazonas, para o Instituto de Criminalística da PF, onde passarão por perícia.

O caso

Bruno Pereira e Dom Phillips estavam desaparecidos desde 5 de junho. Eles foram vistos pela última vez na comunidade São Rafael, nas proximidades da entrada da Terra Indígena Vale do Javari. Os dois viajavam pela região entrevistando indígenas e ribeirinhos para a produção de reportagens.

Phillips morava em Salvador, na Bahia, e fazia reportagens sobre o Brasil havia 15 anos para o New York Times e o Washington Post. Ele também colaborava com o jornal The Guardian. Pereira era servidor da Funai (Fundação Nacional do Índio), mas estava licenciado após ter sido exonerado da chefia da Coordenação de Índios Isolados e de Recente Contato, em 2019.

Últimas