Brasília 'Ataque hacker começou no 1º segundo', diz presidente do PSDB

'Ataque hacker começou no 1º segundo', diz presidente do PSDB

Bruno Araújo afirma que hackers também foram os responsáveis pela instabilidade no aplicativo de votação no último domingo

  • Brasília | Do R7

Bruno Araújo, presidente do PSDB

Bruno Araújo, presidente do PSDB

Hellen Leite/R7

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, relatou que tentativas de invasão do site das prévias do partido aconteceram logo no início da votação, às 8h deste sábado (27). Até as 15h, a direção tucana havia contabilizado mais de 26 mil tentativas de ataque hacker. "O ataque começou no primeiro segundo", comentou. 

De acordo com Araújo, as investidas de invasão são provenientes do exterior, principalmente da China, Rússia e Ucrânia. "São locais onde não há legislação de proteção de dados, por isso recebemos essa quantidade de ataques", detalhou. 

A votação ocorre por meio do site da empresa BeeVoter, após a tecnologia desenvolvida pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs) apresentar falhas no último domingo. A liderança do partido está convicta de que os problemas que causaram a pane no aplicativo foram provocados por hackers. A Polícia Federal foi acionada para investigar o caso.

Nenhuma investida do exterior foi bem-sucedida. O partido contratou três profissionais para fazer a defesa do sistema. Os candidatos também têm equipes técnicas que trabalham exclusivamente com a segurança da tecnologia.

As prévias são disputadas pelos governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e pelo ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio. Eles devem chegar a Brasília na parte da tarde para acompanhar a divulgação do resultado. A previsão é que a sigla anuncie o vencedor do pleito às 19h, no Centro de Convenções Brasil 21.

Últimas