Brasília Bolsonaro diz que áudio de Arthur do Val é 'uma coisa terrível'

Bolsonaro diz que áudio de Arthur do Val é 'uma coisa terrível'

Durante viagem à Ucrânia, o deputado estadual, filiado ao Podemos de SP, afirmou que 'ucranianas são fáceis porque são pobres'

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Arthur do Val (Podemos-SP) foi à Ucrânia acompanhar invasão das tropas militares russas

Arthur do Val (Podemos-SP) foi à Ucrânia acompanhar invasão das tropas militares russas

Edu Garcia/R7 - 19.09.2019

Após classificar de "asquerosas" as declarações sobre as mulheres ucranianas feitas pelo deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP), conhecido como Mamãe Falei, o presidente Jair Bolsonaro voltou a abordar o assunto nesta segunda-feira (7) e afirmou que o áudio feito pelo parlamentar é "uma coisa terrível".

"Um deputado estadual de São Paulo vai agora para Ucrânia, um país que está em guerra, situação pouco semelhante com a da Venezuela, e vai lá para dizer que as mulheres pobres são fáceis. Uma coisa terrível. Não tem adjetivo para classificar o que esse parlamentar foi fazer lá, mas o que nós queremos para o Brasil é que o Brasil não se transforme na Venezuela", disse.

A declaração foi dada pelo chefe do Executivo nacional em entrevista à Rádio Folha, no Palácio do Planalto. Bolsonaro falava antes sobre mulheres venezuelanas que atravessam a fronteira e se instalam no estado de Roraima.

"São mulheres que chegam em situação de vulnerabilidade e que têm que ser tratadas por nós. Sabemos do incômodo que leva para o pessoal do estado, mas devemos acolher da melhor maneira possível", destacou.

Neste domingo (6), Bolsonaro avaliou como "asquerosas" as frases do Mamãe Falei durante conversa com apoiadores no Palácio do Alvorada, após visita ao general Villas Bôas, ex-comandante do Exército.

Mamãe Falei, que é do MBL (Movimento Brasil Livre), foi à Ucrânia acompanhar a invasão das tropas militares russas junto com o coordenador nacional da organização, Renan Santos. Em áudio vazado nas redes sociais, ele afirma que as "ucranianas são fáceis, porque são pobres", entre outras declarações consideradas machistas.

"Vou te dizer, são fáceis, porque elas são pobres. E aqui, minha carta do Instagram, cheia de inscritos, funciona demais. Não peguei ninguém, mas eu colei em duas 'minas', em dois grupos de 'mina' (sic), e é inacreditável a facilidade", afirma Do Val na gravação.

Após a repercussão, o deputado do Podemos disse que agiu como "um moleque" ao gravar o áudio e considerou suas falas "escrotas e machistas", mas reclamou do fato de estar sendo acusado de ter ido à Ucrânia em meio à guerra para fazer turismo sexual. Do Val também retirou sua candidatura ao Governo de São Paulo nas eleições de outubro.

Últimas