Brasília Caixa d’água cai e esmaga mulher em escola pública de Goiás

Caixa d’água cai e esmaga mulher em escola pública de Goiás

A estrutura havia sido instalada pela prefeitura na manhã desta segunda-feira; a vítima trabalhava na unidade 

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Caixa d'água cai e atinge funcionária em escola de Goiás

Caixa d'água cai e atinge funcionária em escola de Goiás

CBMDF/Divulgação - 23/05/2022

Uma caixa d’água desabou e matou uma servidora da limpeza e feriu outra em uma escola municipal em Goiás nesta segunda-feira (23). A dupla estava sentada em um banco quando a estrutura desabou sobre elas. O incidente aconteceu no município de Cristalina (GO), em um distrito conhecido como Marajó. O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal auxiliou no socorro.

O acidente aconteceu na Escola Municipal Souza Lima, no início da tarde. Fabiana Ferreira Barbosa foi atingida pela caixa d’água, teve perda de massa encefálica e não resistiu aos ferimentos. Testemunhas relataram ao R7 que a estrutura da caixa havia sido instalada pela prefeitura pela manhã. Depois da instalação, a escola encheu o reservatório.

No segundo horário do turno da tarde, porém, o barulho da queda do reservatório e da estrutura de metal surpreendeu os professores que estavam em sala de aula. Com a condição de não se identificar, um funcionário contou que chegou ao local alguns segundos depois da estrutura desabar, quando a vítima ainda estava sob os metais.

Segundo a fonte, uma das mulheres estava no chão, com a perna machucada e um grupo de pessoas tentava levantar a estrutura de ferro. Juntos, os funcionários conseguiram mover a estrutura, que tinha atingido Fabiana na cabeça. Eles correram até um posto de saúde próximo, e chamaram a médica que trabalha no local.

Fratura exposta

A profissional foi até a escola e atestou a morte de Fabiana. O Corpo de Bombeiros do DF chegou um pouco depois e socorreu a mulher que tinha se ferido na perna. Segundo a comunicação da corporação, a servidora que sobreviveu estava com uma fratura exposta na perna esquerda e foi levada para o Hospital de Base do Distrito Federal.

"Segundo informações levantadas por nossa equipe no local, a caixa d'água tinha capacidade de aproximadamente 10.000 mil litros e estava fixada em uma estrutura de metal na área externa do estabelecimento de Ensino", informaram os bombeiros por meio de nota. A redação não conseguiu contato com a prefeitura.

Últimas