Brasília Casal foi assassinado no DF depois de briga por preço de coxinha

Casal foi assassinado no DF depois de briga por preço de coxinha

De acordo com a Polícia Civil, o crime teria sido motivado por disputa de preços em um mesmo ponto comercial

  • Brasília | Giovana Cardoso*, do R7, em Brasília

Momento em que bandidos invadem a residência do casal, em Ceilândia, no Distrito Federal

Momento em que bandidos invadem a residência do casal, em Ceilândia, no Distrito Federal

Câmeras de segurança/Reprodução - 11.4.2022

Um casal de comerciantes foi morto a tiros no último dia 11 depois que o suspeito e umas das vítimas, Laércio José Moreira, de 54 anos, desentenderam-se por causa do preço da coxinha e dos demais salgados que ele vendia com a esposa, Helena Maria da Costa Moreira, de 50 anos. Os dois tinham um ponto comercial em frente a uma faculdade em Águas Claras, no Distrito Federal. O crime aconteceu na casa das vítimas, em Ceilândia.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito estaria vendendo os produtos a um valor inferior ao cobrado por Laércio, o que deu início a uma discussão entre os dois há cerca de um mês e meio.

As imagens da câmera de segurança mostram o momento em que um carro vermelho se aproxima da casa das vítimas e três homens entram no local. Logo em seguida, um dos homens rouba o carro do casal e os outros dois fogem no veículo em que chegaram.

Inicialmente, o caso estava sendo investigado como latrocínio — roubo seguido de morte, já que os criminosos também levaram pertences da casa dos comerciantes. Agora, depois de esclarecido o motivo do crime, os responsáveis passam a responder por duplo homicídio qualificado por motivo torpe.

* Estagiária, sob supervisão de Fausto Carneiro

Últimas