Brasília Em meio à possibilidade de tornar Bolsonaro inelegível, deputados querem anistia por crimes políticos

Em meio à possibilidade de tornar Bolsonaro inelegível, deputados querem anistia por crimes políticos

Ex-presidente está sendo julgado pelo TSE por abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação nas eleições de 2022

  • Brasília | Camila Costa, do R7, em Brasília

Deputado Sanderson quer anistiar condenados

Deputado Sanderson quer anistiar condenados

Bruno Spada/Câmara dos Deputados

O deputado Sanderson (PL-RS) afirmou que vai protocolar nesta quinta-feira (29) um projeto de lei para a anistia a políticos condenados por crimes eleitorais em 2022. A movimentação acontece às vésperas do resultado do julgamento que pode deixar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível por oito anos por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação, cometidos em uma reunião com embaixadores estrangeiros, no Palácio da Alvorada, no ano passado.

A anistia é um benefício coletivo, concedido pelo Congresso Nacional por meio de lei federal. Impacta condenados por crimes sem violência, ou seja, não cabe para crimes hediondos, terrorismo, tortura e racismo.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

"Com base nessa autorização constitucional, vou apresentar o projeto de lei, que já tem o apoio da maioria dos deputados do PL e de muitos deputados de outros partidos de direita, para anistiar quem porventura tenha sido condenado por crime eleitoral, cuja prática tenha ocorrido no período compreendido entre 2016 até a data da aprovação do projeto", justificou Sanderson.

Projeto pode anular a cassação de Dallagnol

undefined

Após ser protocolado, o projeto vai tramitar na Câmara dos Deputados. Em seguida, segue para o Senado e, na sequência, vai para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Se aprovado, o PL também pode anular a cassação do ex-deputado Deltan Dallagnol, enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

Esta não é a primeira vez que parlamentares se articulam para salvar colegas.

Em abril de 2022, um projeto de lei foi articulado por governistas para anistiar o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) e livrar, também, políticos e outras figuras alinhadas ao então presidente Bolsonaro. Eles fazem parte dos inquéritos dos atos antidemocráticos e das fake news. A matéria é de autoria da deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) e de outros 69 deputados.

Já em abril deste ano, o deputado Marcelo Crivella (Republicanos-RJ) também protocolou um projeto de lei para anistiar os presos envolvidos nos ataques que resultaram na depredação do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal, em 8 de janeiro.

Últimas