Brasília Esposa de Durval Barbosa, delator do Mensalão do DEM, é presa por tentativa de homicídio do marido

Esposa de Durval Barbosa, delator do Mensalão do DEM, é presa por tentativa de homicídio do marido

Fernanda Barbosa afirmou que esfaqueou Durval para se defender; caso aconteceu na casa do casal, em Brasília, nesta segunda (19)

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Durval atuou como o delator que deu origem ao episódio conhecido como Mensalão do DEM

Durval atuou como o delator que deu origem ao episódio conhecido como Mensalão do DEM

Marcello Casal Jr/ABr

Fernanda Barbosa, esposa do delator do Mensalão do DEM, o delegado aposentado Durval Barbosa, foi presa por tentativa de homicídio após esfaquear o marido. Ela disse à polícia que entrou em luta corporal com Durval e que teria desferido a facada para se defender. A agressão aconteceu na tarde desta segunda-feira (19) no apartamento do casal, na 114 Sul, em Brasília.

De acordo com o delegado adjunto da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), Maurício Iacozzilli, por causa de um acidente vascular cerebral, Durval Barbosa tem dificuldades de fala e de mobilidade e não teria conseguido reagir às agressões.

Fernanda dormirá na carceragem do Departamento de Polícia Especializada e passará por audiência de custódia nesta terça-feira (20).

A Polícia Militar levou a mulher para a 1ª DP, e o Corpo de bombeiros socorreu Durval Barbosa, que foi levado para o Hospital Regional da Asa Norte com uma perfuração no abdômen, mas sem gravidade.

A mãe da suspeita, Rosa Cleonice de Jesus, afirma que a filha sofre de surtos psicóticos e, por isso, teria atacado o ex-delegado. De acordo com ela, Fernanda passou a sofrer os surtos em decorrência de uma depressão ocasionada pela perda de dois bebês dias após o parto.

Perícia de sanidade mental

Cleonice contou que recebeu um telefonema da filha logo após Fernanda ferir Durval e que a mulher também teria acionado a Polícia Militar em seguida. O delegado disse que a polícia vai pedir à Justiça uma perícia de sanidade mental da suspeita.

Durval, que é ex-delegado da Polícia Civil do DF e ex-secretário de Relações Institucionais do Governo do Distrito Federal, ficou conhecido por ter atuado como o delator que deu origem à Operação Caixa de Pandora — episódio também conhecido como Mensalão do DEM.

Ele gravou antigos aliados políticos em situações que revelaram um esquema de corrupção no mandato do ex-governador José Roberto Arruda (PL). Em um dos vídeos mais conhecidos, Arruda aparece recebendo de Durval um pacote de dinheiro.

Últimas