Brasília 'Forças ocultas estão agindo no meu partido para inviabilizar a minha candidatura', diz Reguffe

'Forças ocultas estão agindo no meu partido para inviabilizar a minha candidatura', diz Reguffe

O senador ameaçou deixar a política caso não consiga disputar para o governo do Distrito Federal nas eleições deste ano 

  • Brasília | Do R7

Senador Reguffe discursando no Senado

Senador Reguffe discursando no Senado

Divulgação/PDT

O senador Reguffe (União Brasil-DF), pré-candidato a governador do Distrito Federal, fez uma postagem em seu perfil no Instagram ameaçando deixar a política caso o partido não o apoie em sua campanha para o Palácio do Buriti. O R7 apurou que o parlamentar já enfrentava dificuldades desde que se lançou à disputa oficialmente.

Postagem de Reguffe no Instagram

Postagem de Reguffe no Instagram

Reprodução/R7 - 12/07/2022

Além disso, segundo políticos, o União não teria, sequer, uma estimativa de quanto gastar na campanha de Reguffe ao governo do DF. "Forças ocultas estão agindo no meu partido para inviabilizar a minha candidatura a governador. Tramam para que eu seja candidato a deputado. Não serei", afirmou o parlamentar.

De acordo com Reguffe, a alternativa de não disputar a candidatura ao Buriti será deixar a política. "Prefiro sair da política. Acho e acredito que não acontecerá, mas se acontecer saio da política de mãos limpas e cabeça erguida, assim como entrei", afirmou na postagem publicada na tarde desta terça-feira (12).

Reguffe foi para o partido com apoio do ex-deputado Alberto Fraga, que articulou a pré-candidatura do senador ao governo do DF com o presidente da legenda e pré-candidato à presidência, Luciano Bivar, e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado. Porém, Fraga deixou o partido depois de perder a presidência do diretório regional para Manoel Arruda.

Nas pesquisas

A pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record TV e divulgada em 8 de junho, mostra Reguffe em terceiro lugar na disputa pelo governo do DF. O levantamento considera a presença do ex-governador José Roberto Arruda (PL) no pleito.

Em um dos cenários, Ibaneis aparece com 28%, seguido por José Roberto Arruda (PL), com 17%, e o senador com 16%. 

Na pesquisa espontânea do instituto, Reguffe volta para o segundo lugar, com 5% das intenções de voto. Ibaneis aparece em primeiro com 14%, Arruda vem em terceiro com 3%, seguido por Leila Barros (PDT), com 2% e Leandro Grass (PV), com 1%.

Últimas