Brasília Gonçalves Dias diz à PF que nomes de pessoas que aparecem em imagens foram enviados a Moraes

Gonçalves Dias diz à PF que nomes de pessoas que aparecem em imagens foram enviados a Moraes

Mais cedo, Moraes determinou quebra de sigilo até então vigente para as imagens do circuito interno de segurança do Palácio do Planalto

  • Brasília | Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

Extremistas invadiram prédios da praça dos Três Poderes em 8 de janeiro

Extremistas invadiram prédios da praça dos Três Poderes em 8 de janeiro

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) Gonçalves Dias afirmou em depoimento à Polícia Federal que todas as pessoas que aparecem nas imagens no 3º andar do Palácio do Planalto, em 8 de janeiro, já foram identificadas e os nomes enviados pelo atual ministro interino, Ricardo Cappelli, ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Na sexta-feira (21), Moraes determinou a quebra de sigilo até então vigente para as imagens do circuito interno de segurança do Palácio do Planalto

Segundo Moraes, "inexiste sigilo das imagens, com base na Lei de Acesso à Informação", e, "em situações excepcionais, a Administração Pública tem o dever de absoluta transparência na condução dos negócios públicos".

Moraes determinou também que seja enviado ao STF, em 48 horas, todo o material existente sobre o tema, com a preservação integral das imagens, que será aferida em posterior perícia.

O ministro mandou, ainda, que no mesmo prazo de 48 horas a Polícia Federal colha o depoimento de todos os servidores do GSI identificados nas imagens do circuito interno de segurança do Palácio do Planalto.

Últimas