Brasília Governo fornece 10 antenas para garantir internet em região afetada pela chuva em SP

Governo fornece 10 antenas para garantir internet em região afetada pela chuva em SP

Ministério das Comunicações e Telebras anunciaram que enviarão kits portáteis para permitir comunicação nas áreas mais isoladas

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Equipamentos se conectam à internet por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa

Equipamentos se conectam à internet por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa

João Victor / Ministério das Comunicações

O Ministério das Comunicações e a Telebras anunciaram na tarde desta terça-feira (21) que vão disponibilizar dez antenas portáteis para ajudar a comunicação via satélite nas regiões afetadas pelas chuvas no litoral de São Paulo.

De acordo com comunicado divulgado pela pasta, quatro equipamentos serão levados à região ainda nesta terça. Além disso, dois engenheiros darão suporte e treinamento às equipes que atuam no local.  

Segundo o ministro Juscelino Filho, as antenas vão possibilitar a comunicação das equipes que atuam nas áreas mais isoladas e na desobstrução de estradas. Os equipamentos se conectam à internet por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas.

O kit, disponibilizado em uma maleta de 97 cm de altura e 82 cm de largura, com espessura de 32cm, possibilita uma conexão com taxa de transmissão de 20 Mbps de download e de 2 Mbps de upload. A antena tem 76 cm de diâmetro.

O dispositivo tem bateria para uso em períodos de falta de energia, com duração de até oito horas e possui wifi, podendo ser conectado a aparelhos celulares e computadores.

Mais de 37,5 toneladas em doações chegam ao litoral

O litoral do estado de São Paulo recebeu mais de 37,5 toneladas em doações para ajudar as pessoas afetadas pelas chuvas extremas, na manhã desta terça-feira (21). Até a última atualização desta reportagem, 44 pessoas haviam morrido e as rodovias da região foram prejudicadas. Nesta segunda-feira (20), a prefeitura paulistana informou que 1.730 estavam desalojados e 766 desabrigados.

De acordo com a Prefeitura de São Sebastião, o navio-patrulha Guajará, da Marinha do Brasil, atracou no porto de São Sebastião com 30 toneladas de alimentos nesta manhã. A comida será distribuída às vítimas nos bairros da costa sul do município, uma das áreas mais afetadas, 

O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), o prefeito Felipe Augusto e a primeira-dama local, Cristiane Freitas, acompanharam a operação.

Últimas