Brasília Homem dá golpe de R$ 13 milhões no DF e assume identidade falsa

Homem dá golpe de R$ 13 milhões no DF e assume identidade falsa

Justiça expediu dois mandados de prisão contra ele, um para cada nome. Ele foi encontrado e detido pela Polícia Civil

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Carros de luxo

Carros de luxo

Divulgação/PCDF

Um homem de 35 anos que vivia uma vida dupla no Distrito Federal foi preso pela Polícia Civil, no âmbito da Operação Falsarius, na manhã desta terça-feira (8). Ele assumiu a identidade falsa depois de sonegar R$ 13 milhões em impostos ao longo de três anos.

Havia dois mandados de prisão em aberto contra o homem na Justiça, um para cada identidade usada por ele. Durante a ação, os agentes cumpriram ainda um mandado de busca e apreensão na casa do investigado, na região do Lago Norte. 

De acordo com a investigação, o suspeito assumiu identidade falsa para despistar a polícia e usufruía de uma vida dupla: ao longo da semana, trabalhava como personal trainer no Noroeste e circulava em carros populares. Nos fins de semana, no entanto, ele ostentava riqueza, dirigindo carros de luxo e esportivos.

Tudo começou em 2012, quando o suspeito abriu uma empresa para venda de grãos na área rural do Paranoá. Ao longo de três anos, porém, não pagou os impostos devidos ao governo do DF pela atividade comercial. O prejuízo aos cofres públicos chegou à quantia milionária.

Por isso, o poder público cobrou a dívida por meio judicial. Foi então que o homem não foi mais encontrado. A primeira ordem de prisão foi decretada nessa ocasião, quando ele passou à condição de foragido.

Com as informações colhidas, os agentes da 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina) identificaram o paradeiro do suspeito e o prenderam pelos crimes contra a ordem tributária.

Últimas