Brasília Homem que invadiu casa de ministro do TCU é preso pela polícia

Homem que invadiu casa de ministro do TCU é preso pela polícia

Casa de Benjamin Zymler foi alvo de dois homens armados em dezembro do ano passado. Suspeito foi preso no Entorno do DF

  • Brasília | Hellen Leite, do R7, em Brasília

Benjamin Zymler, ministro do TCU, teve a casa invadida em dezembro do ano passado

Benjamin Zymler, ministro do TCU, teve a casa invadida em dezembro do ano passado

TCU/Divulgação

Após quatro meses de investigação, a Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (6) o segundo homem suspeito de invadir a casa do ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) Benjamin Zymler. O crime aconteceu em 4 de dezembro do ano passado, na SHIS QI 19, no Lago Sul. O suspeito foi preso em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF.

No dia do crime, os dois homens entraram na casa do magistrado armados e renderam o ministro, a filha e a esposa dele. No entanto, o barulho feito pela cachorra da família, Dorinha, da raça spitz-alemão, chamou a atenção de seguranças, e os criminosos acabaram fugindo sem levar nada.

Após o caso, os dois foram identificados como sendo os autores do crime e um deles foi preso no dia 7 de janeiro, em Central do Maranhão, município a aproximadamente 200 km da capital maranhense.

"Com a captura de um dos autores, as investigações prosseguiram e, na data de hoje, o segundo autor e foragido do crime investigado também foi preso na cidade de Águas Lindas, Goiás", informou a polícia. O homem tinha um mandado de prisão preventiva expedido e era considerado foragido.

Ainda de acordo com a corporação, os suspeitos já tinham passagens pela polícia por roubos, inclusive praticados também na região do Lago Sul. A operação contou com o apoio de agentes da 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) e da Divisão de Operações Aéreas.

Últimas