Brasília Paulo Gonet toma posse como procurador-geral da República na próxima segunda-feira

Paulo Gonet toma posse como procurador-geral da República na próxima segunda-feira

Senado aprovou, por 65 votos favoráveis, 11 contrários e 1 abstenção, a indicação dele para procurador-geral 

  • Brasília | Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

Gonet foi aprovado pelo Senado para assumir PGR

Gonet foi aprovado pelo Senado para assumir PGR

Pedro França/Agência Senado - 13.12.2023

O subprocurador-geral da República Paulo Gonet vai tomar posse à frente da PGR na próxima segunda-feira (18), às 10h. A informação foi anunciada pela procuradora-geral interina, Elizeta Ramos, na sessão do Supremo Tribunal Federal e confirmada pelo R7. O plenário do Senado aprovou, na noite de quarta-feira (13), por 65 votos favoráveis, 11 contrários e 1 abstenção, a indicação de Gonet para a PGR pelos próximos dois anos.

O relatório sobre o nome de Gonet, que ficou a cargo do senador Jaques Wagner (PT-BA), afirma que ele tem "afinidade intelectual e moral" para a função. No parecer, Wagner ressaltou a aprovação de Gonet em primeiro lugar nos concursos para promotor de Justiça do Distrito Federal e para procurador da República. Disse ainda que o indicado participou de bancas de concursos públicos, atuou como professor de direito em diversas instituições e é autor de várias obras e artigos publicados.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Gonet é bacharel e doutor em direito pela Universidade de Brasília (UnB), além de mestre em direitos humanos pela Universidade de Essex, na Inglaterra. Ele já passou pelos cargos de assessor do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Francisco Rezek, procurador-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e conselheiro superior do Centro de Altos Estudos em Controle e Administração Pública do Tribunal de Contas da União (TCU). Membro efetivo do Ministério Público Federal (MPF), foi promovido em 2012 ao cargo de subprocurador-geral da República.

Últimas