Brasília Paulo Gonet é o 4º indicado por Lula a tomar posse como procurador-Geral da República

Paulo Gonet é o 4º indicado por Lula a tomar posse como procurador-Geral da República

Gonet tomou posse nesta segunda, às 10h, como procurador-geral da República; presidente já indicou Fonteles, Barros e Gurgel

  • Brasília | Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

Nome de Gonet foi aprovado pelo Senado em 13/12

Nome de Gonet foi aprovado pelo Senado em 13/12

Ricardo Stuckert/PR - 14/12/23

O procurador Paulo Gonet é o quarto indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para comandar a Procuradoria-Geral da República. Lula já recomendou Claudio Lemos Fonteles (2003), Antônio Fernando Barros e Silva de Souza (2005 e reconduzido em 2007) e Roberto Gurgel (2009).

Gonet tomou posse nesta segunda-feira (18), às 10h, como procurador-geral da República. Ele é o 44º procurador-geral da República do país, após ter sido aprovado pelo Senado para ocupar o cargo e substituir Augusto Aras.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Ele foi responsável por elaborar o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE) para que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) declarasse a inelegibilidade de Jair Bolsonaro pela conduta do ex-presidente em encontro com embaixadores no Palácio da Alvorada, em julho de 2022. Na ocasião, Bolsonaro levantou suspeitas sobre as urnas eletrônicas, sem apresentar provas, e atacou o sistema eleitoral brasileiro.

Na prática, como PGR, Gonet poderá propor investigações e denúncias contra autoridades com foro privilegiado. Além disso, terá que se manifestar em inquéritos que envolvem o ex-presidente Jair Bolsonaro em relação à suposta instigação aos atos extremistas do 8 do Janeiro.

Últimas