Invasão do Planalto, STF e Congresso em Brasília

Brasília PGR determina abertura de investigação sobre atos de vandalismo no DF

PGR determina abertura de investigação sobre atos de vandalismo no DF

O procurador-geral da República, Augusto Aras, monitora e acompanha com preocupação os atos, diz nota 

Agência Estado
Manifestantes durante a invasão do Palácio do Planalto

Manifestantes durante a invasão do Palácio do Planalto

LUCAS NEVES/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

O procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, requisitou à Procuradoria da República no Distrito Federal (PRDF) a imediata abertura de um procedimento investigatório criminal visando à responsabilização dos envolvidos nos atos em Brasília neste domingo (8). Os extremistas invadiram e depredaram o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo a nota pública do Ministério Público Federal (MPF), a requisição é uma das iniciativas que Aras está tomando hoje dentro das competências da instituição para impedir a sequência de atos de violência na capital do país.

"O procurador-geral da República, Augusto Aras, monitora e acompanha com preocupação os atos de vandalismo a edifícios públicos que ocorrem em Brasília neste domingo (8)", disse a nota, que acrescentou que o PGR está em contato permanente com as autoridades.

Últimas