Brasília Podemos anuncia processo disciplinar contra Mamãe Falei

Podemos anuncia processo disciplinar contra Mamãe Falei

Presidente do Podemos chamou declarações de Arthur do Val de 'inaceitáveis’. Ele será julgado pelo Conselho de Ética do partido

  • Brasília | Alan Rios, do R7, em Brasília

Deputada Renata Abreu, presidente do Podemos

Deputada Renata Abreu, presidente do Podemos

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

O Podemos vai abrir um processo disciplinar contra o deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP), conhecido como Mamãe Falei. O procedimento será instaurado nesta segunda-feira (7), segundo a presidente do partido, a deputada Renata Abreu (Podemos-SP).

Em vídeo enviado pela deputada ao Domingo Espetacular, da Record TV, Renata Abreu chamou as declarações de “gravíssimas e inaceitáveis”. Arthur do Val estava na Ucrânia quando foi vazado um áudio em que ele diz que as "ucranianas são fáceis porque são pobres”.

“Ele já retirou a pré-candidatura ao governo do Estado de São Paulo e, nesta segunda-feira, o partido vai abrir um processo disciplinar interno garantindo o contraditório e a ampla defesa, e no final será julgado pelo Conselho de Ética do partido”, afirmou a presidente do Podemos.

Integrantes do alto escalão da legenda esperam que o deputado estadual peça a desfiliação do partido. Além da frase que chama as ucranianas de “fáceis”, o Mamãe Falei deu outras declarações de cunho machista.

"A fila das refugiadas, irmão. Imagina uma fila de sei lá, de 200 metros ou mais, só deusa. Sem noção, inacreditável, é um bagulho fora de série. Se pegar a fila da melhor balada do Brasil, na melhor época do ano, não chega aos pés da fila de refugiados aqui", disse o deputado.

O deputado argumentou que enviou o áudio a um grupo de amigos depois de ter sido questionado por um dos integrantes se as mulheres da Ucrânia eram bonitas. Apesar de reconhecer o erro e falar que foi “moleque”, ele se mostrou incomodado com a repercussão do fato e disse que não queria que a mensagem tivesse vazado.

Últimas