Brasília Prévias do PSDB: deputada ameaça dizer quem quis comprar seu voto

Prévias do PSDB: deputada ameaça dizer quem quis comprar seu voto

Parlamentar afirmou durante evento em Brasília que uma pessoa tentou lhe pagar para que votasse no governador de SP, João Doria

  • Brasília | Do R7

Deputada federal Mara Rocha em prévias do PSDB, em Brasília

Deputada federal Mara Rocha em prévias do PSDB, em Brasília

Reprodução/Youtube

Durante as prévias do PSDB neste domingo (21), em Brasília, para a escolha do pré-candidato da sigla para a Presidência da República, a deputada federal Mara Rocha (PSDB-AC) se irritou e afirmou que houve tentativa de compra de seu voto no pleito. "Eu vou dizer quem quis comprar meu voto, eu tenho mensagens aqui. Se não me deixarem votar, eu vou dizer quem ofereceu dinheiro para eu votar no [João] Doria. Eu vou votar, senão eu vou jogar merda no ventilador. Eu vou dizer quem quis comprar meu voto. Eu vou votar, senão eu vou dizer quem quis comprar meu voto. Eu tenho mensagens, tenho áudio", afirmou. 

O processo de escolha do pré-candidato da legenda não foi finalizado devido a um problema no aplicativo usado para a votação remota. Estão na disputa, de forma efetiva, os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. O ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio também está com o nome para votação, mas tem apoiado Doria.

A confusão envolvendo Mara teve início com uma discussão entre ela e o presidente do PSDB do Acre, Manoel Gomes. Na ocasião, a parlamentar ainda anunciou que vai deixar a sigla e apoiar o projeto de reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

O apoio de alguns tucanos ao presidente da República e a projetos do Executivo, no Congresso Nacional, é alvo de questionamentos internos. A questão foi, inclusive, comentada por Arthur Virgílio neste domingo. "Temos uma bancada que tem se comportado como bolsonarista ao longo das votações mais relevantes. E eu considero o PSDB um caminhão carregado de maçãs boas, e tem uma estragando bastante as outras. Dou nome e sobrenome: Aécio Neves", disse, criticando o apoiador de Leite.

Últimas