Brasília Sergio Moro assina filiação ao União Brasil e deixa o Podemos

Sergio Moro assina filiação ao União Brasil e deixa o Podemos

Ex-juiz ainda não decidiu se abrirá mão de candidatura à Presidência da República; definição de cargo deve sair até julho

  • Brasília | Marc Souza e Thiago Contreira

O ex-juiz Sergio Moro

O ex-juiz Sergio Moro

Evaristo Sá/AFP - 10.11.2021

O ex-juiz Sergio Moro assinou, na tarde desta quinta-feira (31), a filiação ao União Brasil e, com isso, deixa o Podemos. Ele ainda não decidiu a qual cargo concorrerá nas eleições deste ano. A expectativa é que a definição saia até julho a partir da análise de resultados das próximas pesquisas. 

Se desistir da candidatura à Presidência, o ex-juiz pode tentar uma vaga na Câmara dos Deputados por São Paulo. Há a possibilidade também de que o ex-ministro se una a outro nome da terceira via em uma chapa presidencial, como candidato a vice

Filiação

O ex-juiz filiou-se ao Podemos em 10 de novembro do ano passado e foi lançado como pré-candidato à Presidência.

Os números de Moro, no entanto, não evoluíram nas pesquisas como se esperava e a situação no partido ficou mais complicada.

Diante do impasse, o União Brasil conseguiu convencer Moro a se filiar à sigla. O partido se formou a partir da fusão do DEM com o PSL. Por isso, terá grande volume de recursos e capacidade de investir na candidatura do ex-ministro para qualquer que seja o cargo definido. 

Também influenciaram na decisão os movimentos no PSDB. O governador de São Paulo, João Doria, considerou desistir da candidatura com o fortalecimento do nome do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, dentro do partido. Moro e a equipe avaliam que Leite pode ser o nome que unificaria a chamada terceira via. 

Últimas