Brasília Superior Tribunal de Justiça arquiva processo contra padre Robson 

Superior Tribunal de Justiça arquiva processo contra padre Robson 

O religioso era suspeito de desviar dinheiro de doação de fiéis para construção de nova basílica em Trindade (GO)

  • Brasília | Marcos Aurélio Silva, da Record TV e Vanessa Marques, Do R7

 Padre Robson de Oliveira em igreja

Padre Robson de Oliveira em igreja

Reprodução/Record TV - 19.11.2021

O STJ decidiu arquivar o processo contra o padre Robson de Oliveira, que era suspeito de desviar para fins particulares recursos doados por fiéis para construção de igreja em Trindade (GO). A decisão foi publicada nesta segunda-feira (18) e não cabe recurso.  

O processo enfrentado pelo religioso tinha sido interrompido pelo TJGO (Tribunal de Justiça de Goiás) em outubro de 2020. Na época, os desembargadores entenderam que não havia indícios dos crimes apontados pelo MPGO (Ministério Público de Goiás).

Os promotores fizeram pedidos para que as ações fossem reabertas, mas todas foram negadas. A ação chegou até ao STJ, foi analisada e arquivada.

Em nota, o Ministério Público informou que ingressou com mandado de segurança no STJ, questionando a decisão de não admitir o recurso feito pelo órgão. “Portanto, ainda que tenha havido trânsito em julgado no processo originário, ainda há esta ação para ser julgada”, informou.

Operação

O processo contra o padre Robson é fruto da Operação Vendilhões, que apurou desvios na Associação Filhos do Pai Eterno, entidade que era presidida pelo religioso. Em agosto de 2020, o ministério fez uma ação para investigar crimes como lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e sonegação fiscal. Segundo o documento, diretores de entidades religiosas eram suspeitos de participarem da organização criminosa.

Com apoio das polícias Civil e Militar de Goiás, o MPGO cumpriu 16 mandados de busca e apreensão na sede das associações religiosas, em empresas e residências, localizadas em Goiânia e Trindade. As ordens foram expedidas pela juíza Placidina Pires. Após a investigação, o padre Robson foi denunciado.

De acordo com o MPGO, o prejuízo para a associação ultrapassou os R$ 100 milhões. O valor deveria ser destinado à construção da nova basílica, em Trindade.

Últimas