Brasília Suspeito de matar pai e filho no DF é policial civil aposentado 

Suspeito de matar pai e filho no DF é policial civil aposentado 

Crime ocorreu na tarde de quinta-feira (12) em Taguatinga; polícia procura pelo assassino, que já é considerado foragido

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Warlison Rodrigues e Edson do Carmo, vítimas de duplo homicídio

Warlison Rodrigues e Edson do Carmo, vítimas de duplo homicídio

Reprodução

O homem suspeito de assassinar pai e filho no Distrito Federal é um policial civil aposentado, segundo o R7 apurou com testemunhas do caso. O assassino trabalhou como agente de custódia antes de se aposentar e foi identificado pela Polícia Civil logo após o crime. Como ainda não foi localizado, é considerado foragido. Ele foi identificado pela Polícia Civil como o agente de custódia aposentado Marcos Antonio Santos.

Testemunhas informaram ao R7 que a família do policial seria proprietária de um imóvel alugado pelas vítimas. O crime teria sido motivado por desavenças entre os três. De acordo com um amigo de infância de Warlison Rodrigues, morto no duplo homicídio, o policial e as vítimas se desentenderam no dia anterior ao crime por conta do aluguel. 

Há cerca de um ano, Warlison, segundo o amigo, que preferiu não se identificar, colocou um contêiner de refrigeração no estacionamento ao lado da padaria, e firmou um contrato com o policial, dono do imóvel, para alugar o espaço onde havia vagas para carros. No entanto, recentemente, o policial pediu que o comerciante desocupasse a área, mas Warlisson teria dito que não poderia fazer isso imediatamente, e teria pedido um tempo para resolver a situação, segundo o relato do amigo.

Eles teriam discutido na quarta-feira (11) e, sem terem entrado em acordo, o policial voltou no dia seguinte e matou pai e filho.

Pouco antes do crime, o suspeito lanchou na padaria das vítimas. Veja nas imagens:

Crime

Na tarde de quinta-feira (12), Edson do Carmo, 63 anos, e o filho, Warlison Rodrigues, 31, foram mortos a tiros em frente à panificadora da família, na região de Taguatinga. Desde então, o autor do crime é procurado pelos agentes da 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). 

Os dois estavam no comércio, mas foram juntos a um terreno ao lado da padaria. Nesse momento, os dois foram assassinados. O suspeito fugiu de moto.

O socorro chegou a ser acionado, mas, quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, pai e filho já estavam mortos.

Últimas