Economia Black Friday 2021: qual o melhor horário para fazer compras online?

Black Friday 2021: qual o melhor horário para fazer compras online?

A maioria das ofertas costuma aparecer na noite de quinta-feira, segundo levantamento da Promobit; confira os horários

Agência Estado
Os horários dos principais descontos costumam variar

Os horários dos principais descontos costumam variar

Pixabay

A Black Friday está marcada oficialmente para esta sexta-feira (26), mas quem planeja aproveitar os preços mais baixos pode começar a garimpar as ofertas a partir das 18h desta quinta-feira (25).

Isso porque a maioria das promoções da Black Friday já começa a aparecer nas lojas virtuais a partir desse horário, segundo estudo realizado pela plataforma online Promobit, que agrega informações sobre ofertas e descontos do e-commerce. O levantamento analisou os dados da Black Friday de 2019 e 2020.

Segundo Fabio Carneiro, CEO da Promobit, a antecipação de ofertas mais agressivas é uma estratégia dos varejistas para tentar garantir a venda em momentos de menor concorrência. “Inclusive, aqui no Promobit, nós consideramos como Black Friday o período que vai de quinta-feira a partir das 19h até o fim de segunda-feira, pois também é comum aparecerem promoções durante o fim de semana, terminando somente na Cyber Monday”, afirma. A Cyber Monday, assim como a Black Friday, é uma data em que o comércio realiza promoções.

Na própria sexta-feira, os horários dos principais descontos costumam variar de um ano para o outro. A Promobit estima os melhores horários para compra, mas Carneiro explica que as promoções no dia dependem dos resultados de vendas alcançados pelas lojas anteriormente, entre 18h de quinta e 1h de sexta, chamado de “horário de ouro” da Black Friday.

O levantamento da Promobit identifica os horários com maior quantidade de promoções para cada categoria de produtos nas últimas duas edições da Black Friday, estimando os melhores horários para compra na Black Friday 2021.

Confira os horários das promoções

Roupas e calçados femininos: picos das 21h às 22h de quinta, e também às 21h de sexta;
Roupas e calçados masculinos: picos às 11h de quinta, entre 21h e 22h de quinta, meia-noite de sexta, e também às 21h de sexta;
Smartphones: horários de pico que podem variar, mas a maior concentração ocorre entre 23h de quinta e 2h de sexta;
Informática: horários de pico podem variar, mas o intervalo entre 19h de quinta e 2h de sexta tem boa concentração de ofertas;
Áudio e Vídeo (TV, fones de ouvido, caixas de som): maiores chances de encontrar promoção na virada de quinta para sexta, mas a recomendação é procurar a partir das 22h de quinta;
Eletrodomésticos: maior distribuição entre as ofertas que aparecem entre quinta e sexta, com picos à meia-noite;
Games: categoria mais “imprevisível”, podendo ou não ter picos à meia-noite, mas concentra mais promoções entre quinta e sexta.

Outro levantamento realizado pela Promobit, com dados da Black Friday de 2020, mostra que o tempo médio em que uma oferta ficou no ar foi de 102 minutos. Se a tendência se confirmar neste ano, isso quer dizer que o consumidor, ao encontrar uma boa oferta do produto que pretende adquirir, não deve perder tempo.

“A dica é acompanhar os preços, principalmente na virada de quinta para sexta, e, se aparecer o produto que a pessoa deseja comprar por um preço muito bom, ela deve garantir a compra para não perder essa oportunidade”, recomenda Carneiro.

Mesmo com as estimativas, Carneiro afirma que a duração das ofertas pode ser influenciada por inúmeros fatores.

“É difícil estimar quanto tempo uma oferta vai ficar online, mesmo traçando uma média. Tudo vai depender da agressividade do mercado, de qual vai ser o desconto praticado. Temos também a questão de estoque, que não é muito aberta. O que sabemos, acompanhando o mercado, tanto brasileiro como internacional, é que existe um risco forte de estoque limitado, diversas categorias desabastecidas, mas a gente não tem a real dimensão disso. Então, quanto mais escassos os estoques, e também quanto mais agressiva a precificação, menos vão durar as ofertas”, explica.

A categoria que teve as promoções mais rápidas em 2020 foi a de câmeras, filmadoras e drones, com um tempo médio de 5 minutos. Já a com descontos que duraram mais tempo foi a de brinquedos e hobbies, com promoções por um tempo médio de 141 minutos. Veja a duração média (em minutos) das promoções de todas as categorias pesquisadas pela Promobit na Black Friday de 2020:

Duração das promoções

Bebidas: 101 minutos
Bebês e Crianças: 47 minutos
Brinquedos e Hobbies: 141 minutos
Cama, Mesa e Banho: 46 minutos
Casa e Construção: 114 minutos
Câmeras, Filmadoras e Drones: 5 minutos
Eletrodomésticos: 109 minutos
Eletroportáteis: 104 minutos
Eletrônicos, Áudio e Vídeo: 105 minutos
Esporte e Lazer: 85 minutos
Ferramentas e Jardim: 66 minutos
Games: 125 minutos
Informática: 103 minutos
Livros, eBooks e eReaders: 69 minutos
Mochilas e Malas: 81 minutos
Moda e Calçados Femininos: 116 minutos
Moda e Calçados masculinos: 84 minutos
Móveis e Decoração: 56 minutos
Perfumes e Beleza: 97 minutos
Peças e Acessórios para automóveis: 88 minutos
Saúde e Higiene: 115 minutos
Smartphones, Tablets e Telefones: 113 minutos
Supermercado e Delivery: 86 minutos
Utilidades Domésticas: 103 minutos
Outros: 125 minutos

Últimas