Economia Dólar salta 1% e fecha a semana cotado a R$ 5,43

Dólar salta 1% e fecha a semana cotado a R$ 5,43

Valorização de 1,12% desta sexta-feira fez moeda norte-americana subir 0,27% na semana. No ano, ganhos superam os 35%

Reuters
Dólar oscilou entre R$ 5,44 e R$ 5,34 na sessão

Dólar oscilou entre R$ 5,44 e R$ 5,34 na sessão

Thomas White/Reuters - 22.6.2017

O dólar fechou em firme alta ante o real nesta sexta-feira (14), amparado pela demanda de investidores por proteção antes do fim de semana, conforme o mercado adota cautela com o ambiente fiscal.

Na sessão, a moeda norte-americana terminou em alta de 1,12%, a R$ 5,4274. A cotação oscilou entre alta de 1,41%, para R$ 5,443, e queda de 0,18%, a R$ 5,358.

Com os ganhos desta sexta, o dólar acabou subindo 0,27% na semana, revertendo queda acumulada até a véspera. A moeda sobe 4% em agosto e 35,25% em 2020, o que faz do real a divisa de pior desempenho do ano e a de terceira maior queda no mês — melhor apenas que peso chileno e lira turca.

Leia mais: Em meio à alta do dólar, saiba o que fazer com os investimentos

A incerteza no âmbito das contas públicas foi o tema da semana, que contou com elevação de tom da parte do ministro da Economia, Paulo Guedes, depois da saída, na terça, de dois dos mais importantes secretários da pasta.

A tensão chegou a tal ponto que forçou o presidente Jair Bolsonaro e os chefes das casas legislativas a afinar o discurso em defesa do teto de gastos e do equilíbrio fiscal em fala à imprensa na quarta-feira.

Mas, na quinta, Bolsonaro admitiu discussões internas no governo sobre furar o teto de gastos públicos e ainda fez críticas ao mercado financeiro, do qual cobrou "patriotismo".

"A fala de ontem (de Bolsonaro) pode ter causado algum ruído hoje, mas é preciso entender o contexto. Ele reconheceu as pressões, e isso já se sabia", disse Daniel Tatsumi, gestor de moedas da ACE Capital. 

Últimas