Economia Guedes almoça com empresários após críticas à reforma do IR

Guedes almoça com empresários após críticas à reforma do IR

Ministro busca apoio para convencer o Congresso a cortar até R$ 40 bilhões em subsídios a poucos conglomerados

Agência Estado
O ministro da Economia, Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes

Adriano Machado/Reuters - 25.06.2021

Em meio à resistência do setor produtivo em relação à proposta do governo de reformulação do IR (Imposto de Renda) para pessoas físicas, empresas e investimentos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, almoçou nesta quinta-feira (8), com um grande grupo de empresários em São Paulo.

Leia também: Empresários criticam reforma tributária e pedem mais discussão 

Entre os nomes estão Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração da Magazine Luiza; André Esteves, do BTG; Josué Gomes da Silva, eleito presidente da Fiesp e diretor presidente da Coteminas; e Rafael Furlanetti, sócio-diretor institucional da XP Investimentos.

Guedes busca apoio de todos os setores da economia para convencer o Congresso a cortar até R$ 40 bilhões em subsídios a poucos conglomerados em troca de uma redução de até 10 pontos porcentuais no Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) para todas as empresas do país. A proposta original de reforma prevê uma queda de apenas 5 pontos porcentuais no tributo em dois anos.

Na quarta-feira (7), o setor empresarial se uniu para tentar barrar a tramitação do projeto. Um grupo de mais de 120 entidades do setor empresarial enviou uma carta ao presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), alertando para impactos negativos da proposta e cobrando alterações no texto.

As associações empresariais - e não apenas as representadas na carta - pedem que o Congresso vote primeiro a reforma administrativa, que mexe nas regras para contratar, promover e demitir os servidores públicos, antes do texto que prevê, entre outros pontos, a volta da taxação na distribuição de lucros e dividendos - a mais polêmica medida incluída no projeto.

A proposta entregue ao Congresso pelo ministro Guedes, no fim do mês passado, fixa em 20% a taxação de lucros e dividendos e extingue os juros sobre capital próprio, uma outra forma de remunerar os acionistas. O texto também prevê reduzir a alíquota do IRPJ para 12% em 2022 e 10% em 2023. Hoje, é de 15% e há cobrança de 10% sobre o lucro que exceder R$ 20 mil, que não seria alterada.

Os empresários não acreditam nos números do ministro de que não haverá aumento da carga tributária. Na carta entregue ontem, eles argumentam que a alíquota total sobre as empresas, de 34% (incluindo o IRPJ mais CSLL) subiria para 43,2%, com a adição da tributação sobre os dividendos. Segundo as entidades, o Brasil já figura entre “os países do mundo que mais tributam o consumo de bens e serviços, o emprego formal e o lucro dos empreendimentos”.

De acordo com o Ministério da Economia, a lista de executivos que participam do encontro é a seguinte:

João Camargo - Administrador do grupo de empresários Esfera Brasil

Alberto Saraiva - Fundador do Habib’s

André Esteves - Senior partner do BTG

André Freitas - Sócio fundador da Hedge Investments

Benjamin Steinbruch - Presidente da CSN

Bruno Blatt - Presidente da QUALICORP

Candido Pinheiro - Fundador da HAPVIDA

Carlos Jereissati - Presidente do Iguatemi

Claudio Vale - Fundador da CVPar

Daniel Goldberg - Gestor e sócio da Farallon Latin America

David Feffer - Presidente da Suzano

Edgard Corona - Presidente da Bioritmo

Eduardo Diego - Diretor de Administração e Finanças do SEBRAE Nacional

Fernando Marques - Presidente da União Química

Fernando Simões - Fundador da JSL

Flávio Gurgel Rocha - Presidente do Conselho de Administração do Grupo Guararapes

Florian Bartunek - Fundador e chefe de investimentos na Constellation

Isaac Sidney - Presidente da Febraban

Jaimes de Almeida Jr. - Presidente da Almeida Junior

Jean Jereissati - Presidente da Ambev

José Isaac Perez - Diretor-presidente da Multiplan

Josué Gomes da Silva - Presidente da Fiesp e diretor presidente da Coteminas

Leopoldo Brugen - Diretor financeiro da Estre Ambiental e do Grupo NC

Luiz Carlos Trabuco - Presidente do Conselho de Administração do Bradesco

Luiza Helena Trajano - Presidente do Conselho de Administração da Magazine Luiza

Mateus Ruiz Santiago - Presidente da Ageo Terminais

Orcalino Magalhães - Sócio-administrador do grupo Brasanitas

Pedro Kopstein - Sócio-administrador da Kopstein

José Berenguer - Presidente do Banco XP AS

Rafael Furlanetti - Sócio-diretor institucional da XP Investimentos

Renato Kluger - Diretor na Sanca Engenharia

Vander Giordano - Vice-presidente institucional da Multiplan Empreendimentos SA

Washington Cinel - Presidente e sócio fundador da Gocil Segurança e Serviços

Últimas