Educação Cinco professores da USP estão entre os mais influentes do mundo

Cinco professores da USP estão entre os mais influentes do mundo

A conclusão é da pesquisa elaborada pela consultoria britânica Clarivate Analytics, que selecionou 6.216 pesquisadores de todo planeta

  • Educação | Do R7

USP: pesquisadores estão entre os mais influentes

USP: pesquisadores estão entre os mais influentes

Jorge Maruta/ Jornal da USP

Cinco professores da USP (Universidade de São Paulo) estão entre os mais influentes do mundo, segundo a consultoria britânica Clarivate Analytics.

São eles:  Andre Russowsky Brunoni e Renata Bertazzi Levy, da Faculdade de Medicina; Houtan Noushmehr, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Paulo Eduardo Artaxo Netto, do Instituto de Física; e Carlos Augusto Monteiro, da Faculdade de Saúde Pública.

Leia mais: USP é a 8ª melhor do mundo em pesquisa acadêmica, diz ranking

De acordo com o Jornal da USP, a lista Highly Cited Researchers, divulgada anualmente, é elaborada a partir de uma análise da quantidade de citações de artigos publicados por um pesquisador ao longo de uma década, utilizando a plataforma Web of Science. Os selecionados para a lista pertencem ao grupo dos 1% de pesquisadores que mantiveram as mais altas médias de citações durante o período.

Leia mais: 'As pessoas não acham que alguém como eu possa ser inteligente': a vida dos alunos da periferia na USP

Ainda segundo o Jornal da USP, neste ano, ao todo, foram selecionados 6.216 pesquisadores em 21 áreas do conhecimento. Os Estados Unidos são o país com maior número de pesquisadores mencionados, 2.737 ao todo; em seguida, aparece a China, com 636; e, em terceiro lugar, o Reino Unido, com 516. A Universidade de Harvard (EUA) é a instituição de pesquisa com maior número de pesquisadores citados, 203.

Últimas