Educação Fuvest divulga notas de corte da primeira fase do vestibular 2023

Fuvest divulga notas de corte da primeira fase do vestibular 2023

Ao todo, USP (Universidade de São Paulo) oferece 11.147 vagas neste ano, sendo 8.230 pela Fuvest e 2.917 pelo sistema Enem-USP

  • Educação | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Com quase 115 mil inscritos, Fuvest 2023 liberou número mínimo de acertos para ir à 2ª fase
  • Cursos de medicina em São Paulo, Ribeirão Preto e Bauru tiveram as maiores notas de corte
  • Engenharia aeronáutica, relações internacionais e psicologia também exigiram muitos acertos
  • Segunda fase da Fuvest 2023 vai acontecer nos dias 8 e 9 de janeiro; provas serão dissertativas
Fuvest divulgou nesta terça-feira nota de corte para a segunda fase do vestibular

Fuvest divulgou nesta terça-feira nota de corte para a segunda fase do vestibular

DENNY CESARE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO - 04.12.2022

A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular da USP) divulgou, nesta terça-feira (13), a nota de corte da primeira fase do vestibular 2023. As provas da segunda fase serão aplicadas em 8 e 9 de janeiro de 2023, e os resultados estão previstos para o dia 30 de janeiro.

Ao todo, a USP (Universidade de São Paulo) oferece 11.147 vagas neste ano — 8.230 pela Fuvest e 2.917 pelo sistema Enem-USP, que usa a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

FUVEST 2023CLIQUE AQUI E VEJA A NOTA DE CORTE DA POR CARREIRA

Notas de corte mais altas

O curso de medicina, em São Paulo, teve a maior nota de corte — 81 para ampla concorrência. Havia 9.646 alunos para disputar 58 vagas na faculdade, o que dá uma média de 166 candidatos por vaga. Desses, 227 estudantes avançaram e enfrentarão uma concorrência de 3,91 alunos por vaga na segunda fase.

No caso de estudantes de escolas públicas, a nota necessária para avançar à segunda fase foi 74 (também a maior nesta categoria). Para completar, alunos pretos, pardos e indígenas de escolas públicas precisaram acertar 61 questões para se classificarem.

Na segunda posição, ficou medicina em Ribeirão Preto (SP), onde foram necessárias 79 questões corretas para passar entre os alunos de ampla concorrência. Para candidatos de escola pública, o corte foi de 73. Já para pretos, pardos e indígenas de escola pública, 62 acertos garantem participação na segunda etapa da Fuvest.

A terceira carreira mais concorrida também foi medicina, em Bauru (SP). Na ampla concorrência, foram necessários 78 acertos para passar para a segunda fase, enquanto candidatos de escola pública precisaram fazer 72 pontos e pretos, pardos e indígenas de escola pública, 59.

Outras carreiras disputadas

Além de medicina, ao menos três carreiras ganharam destaque no vestibular da Fuvest 2023.

Para passar em engenharia aeronáutica, em São Carlos (SP), foram necessários 73 acertos na ampla concorrência. Para alunos de escola pública, 56 pontos garantiram a passagem para a segunda fase e, para indígenas, pretos e pardos de escola pública, 32 questões corretas.

No caso de psicologia em São Paulo, os concorrentes precisaram fazer 68 na ampla concorrência, 60 no caso de escola pública e 49 no caso de pretos, pardos e indígenas de escolas públicas.

Para encerrar, o curso de relações internacionais precisou de 67 pontos na ampla concorrência, 59 entre estudantes de escola pública e 50 para pretos, pardos e indígenas de escolas públicas.

Vestibular da Fuvest 2023

Um dos mais disputados do país e principal porta de entrada para a USP (Universidade de São Paulo), o vestibular contou com 114.432 inscritos na primeira fase, que tiveram cinco horas para responder a 90 questões de múltipla escolha.

Nessa fase, os estudantes responderam a questões divididas entre as disciplinas básicas do ensino médio: português e literatura, história, geografia, matemática, física, química, biologia, inglês.

Na segunda etapa, serão dois dias de provas, cada uma com quatro horas de duração. Os exames, porém, se tornam dissertativos. No primeiro dia, são dez questões de português e uma redação. Já no segundo, são 12 perguntas de duas a quatro disciplinas, dependendo da carreira escolhida.

Últimas