Educação Pesquisa: 7 em cada 10 estudantes estão empregados após a faculdade

Pesquisa: 7 em cada 10 estudantes estão empregados após a faculdade

Estudo da ABMES mostra que, mesmo com a pandemia, ter uma formação universitária tem um impacto na empregabilidade 

  • Educação | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Pesquisa revela que 7 em cada 10 estudantes formados na faculdade conseguem emprego.
  • Estudo da ABMES mostra o impacto da formação no ensino superior para a empregabilidade.
  • Área de TI e engenharias contratam mais recém-formados.
  • Média salarial é de R$ 3.800.
Graduação tem impacto na conquista de um emprego, aponta pesquisa

Graduação tem impacto na conquista de um emprego, aponta pesquisa

Pixabay - 31.05.2021

Os estudantes brasileiros que concluíram uma faculdade conseguem emprego em até um ano após a formatura. É o que revela uma pesquisa da ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior) sobre empregabilidade divulgada nesta terça-feira (19).

Segundo os dados, 69% dos graduandos — basicamente 7 em cada 10 — estão empregados, mesmo com o cenário da pandemia. O que mostra a importância da formação superior para o ingresso no mercado de trabalho.

De acordo com o levantamento, a taxa de ocupação é a mesma para os recém-formados, tanto para os que cursaram a faculdade presencialmente quanto para aqueles que optaram pela modalidade EAD (ensino a distância). Ainda segundo a pesquisa, a remuneração média é de R$ 3.800.

Foi avaliada a colocação profissional de quase 2.000 estudantes que se formaram entre meados de 2020 e meados de 2021, período crítico da pandemia de Covid-19. Ainda assim, 48,82% dos formados estavam em ocupações formais, 10,86% trabalhando como autônomos ou profissionais liberais, 2,77% como empresários e apenas 2,82% estavam na informalidade.

Entre os bacharéis e tecnólogos, o aproveitamento no mercado de trabalho foi mais significativo, de 70% e 69%, respectivamente. Os profissionais que fizeram licenciatura alcançaram índice de 61%. Aqueles que estão empregados na área de formação tiveram melhores resultados na ocupação de vagas profissionais: 81% entre os que fizeram bacharelado, 69% entre os licenciados. Entre os tecnólogos, o percentual foi de 51%.

Algumas áreas oferecem mais oportunidades — os profissionais na área de TI estão no topo da lista, com 82% que declararam estar trabalhando, 77% deles na área de graduação. Nas engenharias, 77% estão no mercado de trabalho, 93% atuando na área. Entre os profissionais de saúde também há um salto: 72% estão empregados, 85% trabalhando na área de formação.

Entre os recém-formados em direito, campo em que 53% estão no mercado de trabalho, 63% atuam na própria área. Mais da metade dos egressos em negócios, comunicação e educação também garantiram a ocupação para que foram preparados nas instituições de ensino superior.

A pesquisa foi realizada a partir da parceria da ABMES com a Symplicity, empresa de solução de software de empregabilidade e engajamento estudantil.

Últimas