Educação Venda de refrigerantes em cantinas de escolas pode ser proibida

Venda de refrigerantes em cantinas de escolas pode ser proibida

Proposta também torna obrigatório que os rótulos das bebidas tragam advertências sobre possíveis males do consumo excessivo

  • Educação | Do R7 com Agência Senado

Venda de refrigerante pode ser proibida em escolas

Venda de refrigerante pode ser proibida em escolas

Divulgação Freepik

A CTFC (Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor) aprovou na última terça-feira (21) , o projeto (PLS 9/2017) que proíbe a venda de refrigerantes em escolas.

A proposta também torna obrigatório que os rótulos das bebidas tragam advertências sobre possíveis males do consumo excessivo. O objetivo é proibir a venda de refrigerantes em cantinas de escolas de Educação Básica.

Com a aprovação do projeto, as distribuições gratuitas de refrigerantes também serão proibidas nas instituições de ensino. 

O projeto segue para a Comissão de Assuntos Sociais. O relator, senador Fabiano Contarato (Rede-ES) , defendeu o projeto ao dizer que a observação visa o bem estar e saúde das crianças, principalmente na educação básica. 

Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontam que o Brasil consome 50% a mais de açúcar do que o recomendado, com impacto no aumento da diabetes nos últimos anos. De 2010 a 2016, a doença cresceu 54% entre os homens e 28,5% entre as mulheres. 

Últimas