Eleições 2018 Em Curitiba, Roger Waters exibe #EleNão antes de 22h e obedece lei

Em Curitiba, Roger Waters exibe #EleNão antes de 22h e obedece lei

Ex-baixista da banda Pink Floyd foi alertado pela Justiça que poderia ser preso se não cumprisse a lei eleitoral do Brasil

  • Eleições 2018 | Paulo Lima, do R7

Roger Waters em turnê pelo Brasil

Roger Waters em turnê pelo Brasil

Diego Baravelli /Fotoarena/Folhapress - 26.10.2018

A produção de Roger Waters exibiu #EleNão no telão durante show em Curitiba, antes das 22h deste sábado (27). O ex-baixista do Pink Floyd tem feito protestos contra Jair Bolsonaro em suas apresentações no Brasil.

Nesta sexta-feira (26), Roger Waters e a produção do espetáculo foram notificados pela Justiça de que não poderiam haver manifestações políticas depois das 22h deste sábado (27). O músico corria o risco de ser preso.

Faltando poucos minutos para as 22h, o telão escureceu e exibiu a seguinte mensagem: “Temos 30 segundos. Esta é a nossa última chance de resistir ao fascismo antes de domingo. Ele Não! São 10:00. Obedeçam a lei”. A candidata a vice na chapa de Fernando Haddad (PT) publicou vídeo em uma rede social.

Ministro da Cultura: Waters ganhou R$ 90 mi para fazer campanha

Em turnê pelo país, o ex-integrante da banda Pink Floyd tem feito várias manifestações políticas durantes os shows. Em São Paulo, foi exibido no telão a mensagem "#elenão", uma mensagem contra o candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro. Ele foi vaiado por várias pessoas. Já no Rio de Janeiro, o cantor recebeu no palco familiares da vereadora assassinada Marielle Franco (PSOL).

Roger Waters também manifestou o desejo de conhecer o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, onde cumpre pena por corrupção.

Últimas

    https://noticias.r7.com/eleicoes-2018