Eleições 2020 Cabo Xavier quer moradores “prefeitos” em cada bairro de BH

Cabo Xavier quer moradores “prefeitos” em cada bairro de BH

Candidato à prefeitura pelo PMB pretende, caso eleito, definir diretamente com a população as demandas prioritárias para cada região da cidade

  • Eleições 2020 | Pablo Nascimento, do R7

O candidato à Prefeitura de BH pelo PMB (Partido da Mulher Brasileira), Cabo Xavier, de 48 anos, pretende apostar na participação popular para definir as demandas prioritárias de cada região da cidade, caso eleito.

O militar que concorre ao cargo pela primeira vez planeja escolher entre os moradores representantes locais que vão levantar os problemas vividos em cada bairro ou rua, conforme explicou em entrevista ao R7.

— Vamos criar os conselhos consultivos por meio de um processo seletivo da própria população, onde os representantes de determinado bairro, juntamente com o prefeito e a equipe técnica, vão discutir os assuntos mais importantes.

Candidato nasceu dentro de carro no Centro de BH

Candidato nasceu dentro de carro no Centro de BH

Ana Gomes / R7

Para viabilizar o contato com os moradores, Xavier pretende criar um aplicativo de telefone chamado "Eu Prefeito".

— A população vai poder participar diretamente na tomada de decisões. As pautas vão ser elaboradas, discutidas e classificadas de acordo com as necessidades e de acordo com a disponibilidade de recursos financeiros e técnicos.

Segurança Pública

Outro ponto prioritário em uma possível gestão do Cabo Xavier é a segurança pública. O militar defende a permanência do uso de arma de fogo na Guarda Municipal, mais investimentos em tecnologias de monitoramento e maior "valorização profissional para os agentes". O candidato ainda propõe mudanças na dinâmica de trabalho da corporação.

— É preciso voltar a prática de determinadas condutas, como o policiamento a pé, que é feito pelo guarda cidadão. Este agente conhece a rua, o comerciante e os moradores.

O candidato

Além de policial militar da ativa, Cabo Xavier é teólogo e estudante de direito. Sua participação na política começou com a defesa de projetos ligados à categoria dos militares junto a parlamentares estaduais e federais.

Xavier, que nasceu dentro de um carro na avenida Afonso Pena, uma das principais vias no hipercentro de Belo Horizonte, nunca ocupou um cargo eletivo. Em 2018, o agente concorreu a uma cadeira de deputado federal pelo PPL (Partido Pátria Livre), mas não foi eleito. O candidato tenta reunir apoio nacional para a criação do PDS (Partido da Defesa Social).

Entrevistas

A conversa com Cabo Xavier aconteceu dentro de uma série de entrevistas que o R7 e a equipe digital da Record TV Minas realiza com os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte. Todos os 15 postulantes ao cargo foram convidados, mas nem todos tiveram disponibilidade para participar do projeto.

Vídeos curtos com as principais propostas dos candidatos serão publicados nas redes sociais da emissora, entre os dias 26 de outubro de 7 de novembro.

Veja as entrevistas já publicadas:

    • Áurea Carolina (PSOL) promete revisar o valor do IPTU
    • Bruno Engler (PRTB) propõe trocar médicos do comitê da covid-19

Últimas