Eleições 2020 Eleições 2020 têm 2,5 mais homens que mulheres candidatas no país

Eleições 2020 têm 2,5 mais homens que mulheres candidatas no país

Dados do TSE mostram que candidaturas femininas para cargos de prefeito, vice e vereadores no Brasil somam 187 mil ante 370 mil de homens

Deputadas protestaram contra parte da reforma previdenciária que afetava mulheres

Deputadas protestaram contra parte da reforma previdenciária que afetava mulheres

Pedro Ladeira/Folhapress

A quantidade de mulheres nas eleições municipais de 2020 no país é 2,5 vezes menor que homens inscritos para o pleito do próximo domingo (15), conforme revelam dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) compilados pela Record TV.

Leia também: Regra de 30% de fundo eleitoral para mulheres ainda gera dúvida

De acordo com o levantamento, há 187.021 (33,6%) mulheres na disputa pelos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador em todo o país, enquanto 370.368 homens (66,4%) concorrem aos mesmos postos nos Poderes Executivo e Levislativo municipais.

A desigualdade entre os gêneros masculino e feminino é praticamente idêntica em todos os estados da federação. Há poucas variações nos números e a quantidade de mulheres equivale a aproximadamente um terço dos concorrentes.

Escolaridade e estado civil

undefined

O levantamento apontou ainda, entre outras informações, o nível de escolaridade e o estado civil dos candidatos registrados nas eleições municipais deste ano no território nacional.

A maioria (212.357) possui o ensino médio completo. Já outros 135.437 disseram ter concluído o ensino superior.

Há também 17.600 candidatos que afirmaram saber ler e escrever, além de 15 que se declararam analfabetos.

A maioria dos candidatos também se declarou como casada: 285.540. Outros 207.994 disseram ser solteiros.

Há ainda 46.913 divorciados, 6.227 separados judicialmente e 10.715 viúvos na disputa por uma vaga nas prefeituras e câmaras municipais brasileiras.

Últimas