Eleições 2022 18 deputados distritais já têm R$ 4,3 milhões para gastar com campanhas à reeleição

18 deputados distritais já têm R$ 4,3 milhões para gastar com campanhas à reeleição

Jaqueline Silva (Agir) é a que declarou a maior verba até agora, R$ 1,2 milhão; Rodrigo Delmasso informou a menor, R$ 415

  • Eleições 2022 | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Sede da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Sede da Câmara Legislativa do Distrito Federal

CLDF/Divulgação - Arquivo

O Distrito Federal tem 602 candidatos à Câmara Legislativa (CLDF). Desse total, 18 cumprem mandato e tentam a reeleição. O R7 levantou quanto cada um deles já recebeu de doação para a campanha até o momento. Junto, o grupo acumulava, até às 17h desta quinta-feira (1º), R$ 4.374.230,64, o equivalente a R$ 243.012,81 por pessoa.

Dos deputados distritais que tentam a reeleição, apenas sete receberam verba dos partidos que integram. O restante declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) doações de vaquinhas na internet, de pessoas físicas ou do próprio bolso.

A reclamação de que os partidos estão demorando a depositar o dinheiro de campanha é recorrente nos bastidores. Isso significa que os valores que constam no site Divulgacand, do TSE, ainda devem aumentar. 

Os valores declarados até a publicação desta reportagem variam de R$ 1.270.000 o mais alto, da distrital Jaqueline Silva (Agir), que recebeu a verba da legenda, e R$ 415, o mais baixo, de Rodrigo Delmasso (Republicanos), que recebeu o valor de terceiros e doou outros R$ 50. Agaciel Maia (PL) e o Delegado Fernando Fernandes (PROS) ainda não haviam prestado contas das doações.

Doações dos partidos

Além de Jaqueline Silva, já receberam doações dos partidos o deputado Chico Vigilante (PT), que declarou repasse de R$ 100 mil da legenda e outros R$ 47.920 de pessoa física; Daniel Donizet (PL), que informou ter R$ 500 mil doados pelo PL e R$ 2.500 também de pessoa física; e Eduardo Pedrosa (União Brasil), que declarou R$150 mil do partido.

Receberam verbas de partidos, também, Fábio Felix (PSOL), com R$ 666.960,35 da agremiação, R$ 22.335,29 de uma vaquinha e R$ 3 mil de pessoa física, Martins Machado (Republicanos), que declarou um total de R$ 50 mil do partido, e Reginaldo Sardinha (PL), que recebeu R$ 500 mil da legenda e R$ 20 mil de pessoa física.

Já Robério Negreiros (PSD) foi o candidato que mais doou do próprio bolso. Ele investiu R$ 300 mil na própria campanha e recebeu outros R$ 293 mil de doações de pessoa física. Hermeto (MDB) declarou R$63 mil. Ele investiu R$ 40 mil do total e recebeu doação de R$ 23 mil de terceiros.

A Câmara Legislativa do Distrito Federal tem, ao todo, 24 parlamentares. Contudo, Arlete Sampaio (PT) decidiu não concorrer a cargos eletivos; Leandro Grass (PV) disputa o Palácio do Buriti; e Júlia Lucy (União Brasil), José Gomes (PP), Reginaldo Veras (PV) e Rafael Prudente (MDB) disputam uma das oito vagas locais na Câmara dos Deputados.

Confira a lista de quanto cada deputado já recebeu:

Agaciel Maia (PL)

Sem prestação de contas.

Chico Vigilante (PT)

R$ 147.920:

R$ 100.000 do PT e R$ 47.920 de pessoa física

Cláudio Abrantes (PSD)

R$ 89.000 de pessoa física

Daniel Donizet (PL)

R$ 502.500:

R$ 500.000 do PL e R$ 2.500 de pessoa física

Delegado Fernando Fernandes (PROS)

Sem prestação de contas.

Rodrigo Delmasso (Republicanos)

R$ 415:

R$ 50 dele e R$ 465 de pessoa física

Eduardo Pedrosa (União Brasil)

R$ 150.000 do partido

Fábio Felix (PSOL)

R$ 692.295,64:

R$ 666.960,35 do PSOL, R$ 22.335,29 de vaquinha e R$ 3.000 de terceiros

Hermeto (MDB)

R$ 63.000:

R$ 40.000 dele e R$ 23 mil de pessoa física

Iolando (MDB)

R$ 2.000 de pessoa física

Jaqueline Silva (Agir)

R$ 1.270.000 do Agir

Jorge Vianna (PSD)

R$ 8.200 de vaquinha

João Cardoso (Avante)

R$ 7.000 de pessoa física

Martins Machado (Republicanos)

R$ 50.000 do Republicanos

Reginaldo Sardinha (PL)

R$ 520.000:

R$ 500.000 do PL e R$ 20.000 de pessoa física

Robério Negreiros (PSD)

R$ 593.000:

R$ 300.000 dele e R$ 293.000 de pessoa física

Roosevelt Vilela (PL)

R$ 74.900 de terceiros

Valdelino Barcelos (PP)

R$ 204.000:

R$ 200.000 do candidato a deputado federal Roney Nêmer (PP) e, o restante, de terceiros

Últimas