Eleições 2022 Bolsonaro chama Moraes de 'patife' e 'moleque' em live nesta quinta

Bolsonaro chama Moraes de 'patife' e 'moleque' em live nesta quinta

Presidente tem feito críticas à quebra de sigilo bancário de um de seus ajudantes de ordem, o tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa

Jair Bolsonaro durante live transmitida nesta quinta-feira (29)

Jair Bolsonaro durante live transmitida nesta quinta-feira (29)

Reprodução/Jair Bolsonaro/YouTube - 29.09.2022

O presidente Jair Bolsonaro chamou o ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de "patife", "cara de pau" e "moleque", durante uma live nesta quinta-feira (29). O candidato à reeleição tem feito críticas à quebra de sigilo bancário de um de seus ajudantes de ordem, o tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, por determinação do magistrado.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DAS ELEIÇÕES 2022 NA PÁGINA ESPECIAL DO R7

"Você quer um presidente, Alexandre de Moraes, refém teu. Eu não sou refém teu. Se eu fosse, Alexandre, eu não teria, por exemplo, assinado o indulto, a graça para o deputado Daniel Silveira. Quando eu mandei preparar o decreto, teve muita gente do meu lado: 'Ah, você vai brigar com o Supremo'. Eu brigo com qualquer coisa, só não brigo com a minha consciência, com a minha honra, Alexandre de Moraes", disse Bolsonaro.

A quebra de sigilo do tenente-coronel Cid foi determinada por Moraes após a Polícia Federal encontrar no celular do ajudante de ordens mensagens que levantaram suspeitas sobre transações financeiras feitas no gabinete de Bolsonaro, de acordo com reportagens que revelaram o fato.

"Seria muito fácil para mim estar do outro lado do balcão, tomando uísque com Alexandre de Moraes, aquela turma toda, se refestelando do poder. Mas estou do lado de cá. E aí o Alexandre de Moraes vem com essas baixarias, quebra o sigilo do meu ajudante de ordens. Quebrou foi o meu sigilo, Alexandre. Isso não é papel de homem, é de moleque", afirmou Bolsonaro.

"Deixa de ser um patife, Alexandre de Moraes, um patife", emendou, ao chamar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) de "cara de pau". "Seja homem uma vez na vida", continuou.

Últimas