Eleições 2022 Bolsonaro e Lula estão empatados tecnicamente, indica pesquisa

Bolsonaro e Lula estão empatados tecnicamente, indica pesquisa

De acordo com levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, Bolsonaro tem 29% dos votos e Lula 32,1%

  • Eleições 2022 | Do R7, em Brasília

Bolsonaro e Lula estão tecnicamente empatados segundo pesquisa do Insitituto Paraná Pesquisas

Bolsonaro e Lula estão tecnicamente empatados segundo pesquisa do Insitituto Paraná Pesquisas

ADRIANO MACHADO/REUTERS - 11.04.2019 e RICARDO STUCKERT - 10.02.2022

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), está tecnicamente empatado com Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com levantamento divulgado nesta quarta-feira (31) pelo instituto Paraná Pesquisas, na abordagem espontânea (em que os nomes dos candidatos não são apresentados), Bolsonaro tem 29% das intenções de voto, enquanto Lula aparece com 32,1%. Considerando a margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, os dois candidatos estão em empate técnico. 

O candidato Ciro Gomes (PDT) tem 3,9% das intenções de voto. Quarta colocada, Simone Tebet (MDB) aparece com 0,8%. Entre os entrevistados, 27,8% não sabem ou não responderam e 5,7% disseram que anularão o voto ou votarão em branco. 

Pesquisa divulgada pelo Insitituto Paraná Pesquisas em 31 de agosto de 2022

Pesquisa divulgada pelo Insitituto Paraná Pesquisas em 31 de agosto de 2022

Arte Luce Costa / R7

A pesquisa, encomendada pelo próprio instituto, ouviu 2.020 eleitores em 164 municípios brasileiros, nos 26 estados e no Distrito Federal, entre os dias 26 e 30 de agosto de 2022. O grau de confiança é de 95% para uma margem estimada de erro de 2,2 pontos percentuais para os resultados gerais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-03492/2022.

Na abordagem estimulada (em que são apresentados os nomes dos candidatos) por regiões, Bolsonaro lidera na região Centro Oeste com 44,5%, contra 31,3% de Lula. Ciro Gomes tem 6,5% e Simone Tebet, 5,8%. Na região Sul, o presidente também lidera, com 48,3%, contra 33,7% do ex-presidente Lula. No Nordeste, Lula tem 54,4% contra 24,8% de Jair Bolsonaro. Já na região Sudeste, os dois candidatos ao Palácio do Planalto empatam tecnicamente. Enquanto Lula tem 39,3%, Bolsonaro conta com 38,2% das intenções de voto. 

Pesquisa divulgada pelo Insitituto Paraná Pesquisas em 31 de agosto de 2022

Pesquisa divulgada pelo Insitituto Paraná Pesquisas em 31 de agosto de 2022

Arte Luce Costa / R7

De acordo com o Instituto Paraná Pesquisas, nas análises das questões por localidade, o grau de confiança atinge 95% para uma margem de erro de 3,4 pontos percentuais para o estrato da região Sudeste, onde foram realizadas 866 entrevistas; 4,3 pontos percentuais para o estrato da região Nordeste, onde foram realizadas 544 entrevistas; 5,7 pontos percentuais para o estrato das regiões Norte e Centro-Oeste onde foram realizadas 310 entrevistas; e 5,8 pontos percentuais para o estrato da Região Sul, onde foram realizadas 300 entrevistas.

Pesquisa divulgada pelo Insitituto Paraná Pesquisas em 31 de agosto de 2022

Pesquisa divulgada pelo Insitituto Paraná Pesquisas em 31 de agosto de 2022

Arte Luce Costa / R7

No levantamento estimulado geral, o presidente Bolsonaro tem 37,1% contra 41,3% de Lula. Ciro Gomes tem 7,7% e Simone Tebet conta com 2,4%. O presidente Jair Bolsonaro cresceu 4,4 pontos percentuais de abril a agosto de 2022. Em abril, ele tinha 32,7% e, em agosto, subiu para 37,1% das intenções de voto. O ex-presidente Lula cresceu 1,3% nas pesquisas no mesmo período. Em abril, Lula tinha 40% das intenções de voto e, em agosto, conta com 41,3%.

Segundo turno

Perguntados em quem pretendem votar em caso de segundo turno na eleição para presidente, 47,8% disseram que vão votar em Lula, enquanto 40,8% preferem o presidente Jair Bolsonaro. Votos brancos ou nulos correspondem a 8,3%, e 3,1% dos eleitores ouvidos não sabem ou não responderam.

Ainda no levantamento sobre as intenções de voto em um eventual segundo turno, Jair Bolsonaro apresentou crescimento de 2,3 pontos percentuais de abril até agosto de 2022. O presidente tinha 38,5% em abril e passou a ter 40,8% na segunda quinzena de agosto. Já o ex-presidente Lula subiu 0,7 ponto percentual. Ele tinha 47,1% e passou a ter 47,8% das intenções de voto para o segundo turno. 

Avaliação da administração federal

A pesquisa apurou também a avaliação da administração federal por parte dos eleitores. Entre as pessoas ouvidas, 35,6% acham que a gestão do presidente Jair Bolsonaro é ótima ou boa. Para 21,5%, é regular. Já 41,8% dos entrevistados consideram a administração federal ruim ou péssima. Os que não sabem ou não opinaram somam 1,1%.

Sobre a aprovação do governo, 46,5% das pessoas ouvidas aprovam, enquanto 49,9% desaprovam. Os que não sabem ou não opinaram são 3,6%. A aprovação do governo de Bolsonaro subiu de 42,9% em maio para 46,5% em agosto, um acréscimo de 3,6 pontos percentuais. Já entre os que desaprovam a administração federal, o percentual caiu de 53,4% em maio para 49,9% em agosto. 

Últimas